Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Foi revelado o motivo das formigas serem tão fortes

Foi revelado o motivo das formigas serem tão fortes
Formigas são um dos seres vivos mais bem-sucedidos da Terra. (Getty Images)

Um grupo internacional de cientistas fez radiografias das regiões torácicas do corpo das formigas, analisando seus músculos e esqueleto interno. O que os cientistas descobriram foi que elas são fortes devido à perda da capacidade de voar.

As formigas são consideradas um dos seres vivos mais bem-sucedidos do planeta. Elas são comuns em todas as zonas climáticas – de trópicos úmidos a desertos. Via de regra, normalmente apenas se estuda a sociabilidade desses insetos – a capacidade de trabalhar em equipe, considerada um dos principais fatores de seu sucesso. Também houve estudos que se dedicaram à estrutura externa das formigas, mas não à estrutura interna de seu corpo.

Os pesquisadores, do Instituto de Ciência e Tecnologia de Okinawa, no Japão, e da Universidade Sorbonne, na França, prestaram atenção a formigas individuais, estudando como a estrutura de seus músculos e região torácica afeta a capacidade de carregar pesos. Os relatos da descoberta foram publicados na revista Frontiers in Zoology.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

As formigas operárias são conhecidas por serem descendentes de insetos voadores, e os os músculos das asas desses insetos ocupam uma parte bastante grande da região torácica – em alguns casos, mais da metade de sua área. Portanto, menos espaço é alocado para outros músculos.

Formigas fortes

Se você excluir a capacidade de voar, o potencial para outros músculos é liberado. Esse fato levou os cientistas a pensarem que as formigas operárias desenvolveram sua força em troca da perda da capacidade de voar. Os pesquisadores estudaram os menores detalhes da estrutura do tagma torácico desses insetos, como operárias e rainhas de duas espécies de formigas.

“Sempre assumimos que a perda de vôo ajudou a otimizar seus corpos para trabalhar em terra, mas temos muito a aprender sobre como isso é alcançado”, disse o professor Evan Economo, participante da pesquisa.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

As formigas passaram por tomografia computadorizada de altíssima resolução, com base na qual os cientistas criaram modelos 3D do tórax do inseto. A conclusão confirmou a hipótese: as formigas tornaram-se fortes porque perderam a capacidade de voar. No final das contas, seus músculos aumentaram de volume, a geometria dos músculos do pescoço mudou, assim como a fixação dos músculos.

“Estamos interessados no que faz de uma formiga uma formiga e em compreender as principais inovações por trás de seu sucesso”, explicou Evan. “Sabemos que um fator é a estrutura social, mas esta força individual é outro fator essencial”.

O artigo científico foi publicado no periódico Frontiers in Zoology.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Uma versão desta matéria foi publicada em 2020.

Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.