Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Este dinossauro era muito parecido com uma coruja

Paleontólogos da África do Sul encontraram fósseis desse pequeno dinossauro que parecia uma coruja e até caçava durante a noite como uma.

Pesquisadores da África do Sul descobriram que esse pequeno dinossauro parecia uma coruja. Imagem: Viktor Radermaker

A grande maioria dos dinossauros tinham hábitos diurnos. Estudos evolutivos mostravam, até recentemente, que a visão e outras características noturnas evoluíram independentemente em aves e répteis após a extinção dos dinos. Contudo, uma nova pesquisa acaba de mostrar um pequeno dinossauro noturno muito parecido com uma coruja.

Para isso, pesquisadores da África do Sul realizaram análises 3D do crânio do Shuvuuia deserti, encontrado pela primeira vez nos anos 90. Estimativas anteriores indicam que essa coruja cretácea viveu entre 75 e 81 milhões de anos atrás.

Fóssil de S. deserti. Imagem: Mick Ellison

Todavia, a parte interessante é que alguns ossos do crânio indicavam que o bicho tinha uma visão noturna extremamente boa, além de um rosto um tanto achatado, mais uma vez como as corujas. A lagena, um osso relacionado à audição também se mostrou bastante proeminente nos S. deserti. Uma outra estrutura, chamada anel esclerótico, indica também a qualidade da visão do bicho, com base em resquícios de tecidos moles.

Para chegar à conclusão dessa semelhança com uma coruja, todavia, os pesquisadores analisaram e cruzaram dados com os crânios de dezenas de aves modernas. Assim, as aves modernas que mais se pareciam com o S. deserti foram as corujas-das-torres. Esses caçadores noturnos habitam praticamente o mundo todo, exceto a Antártida, e possuem uma das melhores audições e visões do mundo animal.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Corujas e dinossauros de hábitos noturnos

Assim como as corujas, ademais, os Shuvuuia deserti não eram muito grandes, atingindo os 20 centímetros na altura do quadril. De acordo com a pesquisa, ademais, esses dinos eram carnívoros e, em geral, se alimentavam de insetos e pequenos animais. Nesse sentido, a super audição e visão desses animais pode ter vindo a calhar, fornecendo uma grande vantagem sobre outros animais.

(Imagem: Lubos Houska/Pixabay

Apesar dos estudos virem da África do Sul, esses pequenos dinossauros habitavam a Ásia. Mais especificamente, eles viveram no deserto da Mongólia, durante o período Cretáceo. Isso significa que esses animais também competiram por pequenas presas com velociraptores e oviraptores.

Vale ressaltar que esse foi um dos estudos pioneiros com indicativos reais de dinossauros (não modernos) com hábitos noturnos. Como dito antes, acreditava-se que visão e audição voltados para a caça noturna evoluíram posteriormente em terópodes. Assim, os hábitos noturnos podem estar muito mais atrás na linha do tempo da evolução das aves, répteis e dinossauros.

O artigo está disponível na revista Science.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.