O mamute (Mammuthus) é um gênero de mamífero extinto da família Elephantidae que viveu na pré-história. Na Europa, o mamute viveu ao lado do Homo sapiens e do Neandertal. As duas únicas espécies vivas de elefantes que existem hoje são o elefante africano e o elefante asiático. Os elefantes são a única família sobrevivente na ordem Proboscideanos. Evidências fósseis de mamutes existem nos quatro continentes. Um dos espécimes mais completos é o de um filhote, descoberto em 1977 na Sibéria.

Os mamutes tinham presas e eram vegetarianos. Eles desapareceram há cerca de 10.000 anos, exceto em uma ilha isolada da Sibéria, a Ilha Wrangel, onde uma população sobreviveu até cerca de 4.000 anos atrás. Os mamutes eram caçados pelos humanos, que os utilizavam como alimento, cobertores, armas com o marfim, cabanas com os ossos. Uma pesquisa recente aponta que os humanos foram fundamentais na extinção dos mamutes, além da contribuição do clima, que se tornou mais quente naquela época.

As diferentes espécies de mamutes

  • Mammuthus meridionalis, originário da África, colonizou a Europa e a América milhões de anos atrás. Foi extinto há cerca de 750.000 anos;
  • Mammuthus trogontherii, ou mamute-da-estepe, o maior dos mamutes, que desapareceu há cerca de 200.000 anos, quando o clima esfriou;
  • Mammuthus primigenius, ou mamute lanoso, surgiu na Sibéria e era adaptado ao frio. Viveu na Eurásia desde 300.000 anos atrás e chegou à América do Norte há cerca de 100.000 anos;
  • Mammuthus intermedius
  • Mammuthus colombi, ou mamute colombiano, estava presente na América e desapareceu há cerca de 11.000 anos;

AVISO: Esta publicação é de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde e não substitui o acompanhamento profissional de um médico, psicólogo, nutricionista ou outro especialista.

PROPAGANDA

Últimas matérias

Próximo Post