Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Uma mariposa gigante foi encontrada na Austrália

Imagem: Escola Pública Mount Cotton/Facebook

Uma mariposa gigante foi descoberta recentemente em em Queensland, Austrália. Esses insetos são raramente vistos na idade adulta.

Nos últimos anos, alunos e funcionários da Mount Cotton State School, em Queensland, observaram cangurus, coalas e outros répteis vagando pela floresta tropical próxima. Uma mariposa gigante da madeira, por outro lado, é uma grande novidade. O espécime foi descoberto por trabalhadores responsáveis ​​pela construção de novas salas de aula.

“Foi uma descoberta incrível”, disse Meagan Steward, diretora da escola, à ABC Radio Brisbane.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

As crianças estavam ficaram maravilhadas com a descoberta, segunda Meagan. Uma delas, muito inspirada, teria escrito uma história imaginando a mariposa gigante devorando uma das professoras da escola. O espécime, por outro lado, foi rapidamente solto na natureza.

A mariposa mais pesada do mundo

Endoxyla cinereus, ou a mariposa gigante da madeira, é uma mariposa da família Cossidae, encontrada apenas na Austrália e na Nova Zelândia. É a mariposa mais pesada do mundo. Alguns espécimes podem pesar até trinta gramas, o que é tão pesado quanto um pequeno camundongo. As fêmeas da espécie são particularmente grandes, algumas exibindo uma envergadura de vinte e três centímetros. Os machos, por outro lado, têm apenas metade desse tamanho.

Endoxyla cinereus, ou a mariposa gigante da madeira, é uma mariposa da família Cossidae, encontrada apenas na Austrália e na Nova Zelândia. Imagem: Escola Pública Mount Cotton / Facebook

Embora a mariposa gigante da madeira seja realmente muito grande, ela não é a maior do mundo. Essa homenagem vai para a mariposa-imperador (Thysania agrippina). Nativa do México e da América do Sul, esse inseto pode atingir uma envergadura de 29 centímetros.

Vida curta

Apesar de seu tamanho impressionante, a Endoxyla cinereus raramente é vista na natureza. E com razão, esses insetos passam a maior parte da vida no estado larval, aninhados dentro dos troncos dos eucaliptos. Eles passam cerca de três anos lá antes que a pupa ocorra. Uma vez adultas, elas vivem apenas cerca de uma semana – morrendo logo após a desova (fêmeas) ou acasalamento (machos).

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Durante esse curto período de vida, elas repousam nos troncos de árvores, onde, devido à sua cor, se camuflam dos predadores.

Avatar

Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo e bacharel em Biologia pela Universidade Federal de São Carlos. É redatora e contribui com artigos sobre vida selvagem e doméstica.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.