Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Menina de 4 anos descobriu pegada de dinossauro de 220 milhões de anos

Pegada do dinossauro encontrada pela menina. (Museu Nacional do País de Gales)

Uma menina de apenas 4 anos, ao fazer uma caminhada em uma praia no País de Gales, Reino Unido, com seu pai e seu cachorro, encontrou uma pegada de um pequeno dinossauro incrustrada numa rocha.

A menina se chama Lily Wilder, e sua descoberta entusiasmou muitos paleontólogos, que acreditam que o registro fóssil possui nada menos que 220 milhões de anos.

A família da menina concedeu entrevista à NBC News no sábado, detalhando a descoberta.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Estava em uma rocha baixa, na altura dos ombros de Lily, e ela apenas viu e disse, ‘olha, papai’”, disse sua mãe, Sally Wilder. “Ela está muito animada, mas não entende como isso é incrível.”

Apesar da descoberta, a família não entende muito bem sobre fósseis. Foi então que a vó de Lily os incentivou a procurar especialistas locais e entusiastas de fósseis para uma investigação mais aprofundada.

Pegada de qual dinossauro?

Por ora, é difícil identificar o exato tipo de dinossauro que deixou a pegada de 10 centímetros. Mas é possível especular sobre o animal ao analisar as evidências dispostas.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Para a curadora de paleontologia do Museu Nacional de Gales, Cindy Howells, é provável que a pegada tenha sido feita por um dinossauro com cerca de 75 centímetros de altura e 2,5 metros de comprimento.

Dinossauros do tipo celófise.

À NBC News, ela disse que o animal teria sido esguio com uma cauda que andava nas duas patas traseiras e caçava ativamente outros pequenos animais e insetos.

O tipo de pegada fóssil do espécime é conhecida como “grallator“.

“É realmente uma preservação impressionante… Você pode ver cada detalhe dos músculos e onde estão as articulações do pé”, Howells.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Apesar do local ser famoso por ter muitos fósseis de dinossauros, nenhuma descoberta anterior pode falar sobre a origem do dinossauro que a menina de 4 anos encontrou. Mas em outros países, como nos Estados Unidos, pegadas de celófise semelhantes já foram encontradas.

“Ainda não encontramos uma fração do total de espécies de dinossauros”, disse Howells.

A descoberta da menina agora será disposta no Museu Nacional do País de Gales, onde será estudado e colocado à disposição dos visitantes que queiram conhecer o registro deixado por um animal há 220 milhões de anos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Os dinossauros apareceram pela primeira vez há cerca de 230 milhões de anos, então esta pegada representa um ponto inicial muito importante em sua evolução, quando os diferentes grupos de dinossauros estavam se diversificando pela primeira vez. Sua preservação espetacular pode ajudar os cientistas a estabelecer mais sobre a estrutura real de seus pés, já que a preservação é clara o suficiente para mostrar almofadas individuais e até impressões de garras”, disse o Museu em um comunicado.


+Leia mais

O que são fósseis e como eles se formam?
Menino israelense de 13 anos tropeça em antiga relíquia bizantina
Bebê e seu cachorro de estimação encontrados em cemitério de 2.000 anos


Publicidade. A leitura continua abaixo.
Élisson Amboni
Publicado por

Fundador da Sociedade Científica, escreve e traduz para o site sobre vários temas que lhe dão ímpeto. Você pode encontrá-lo no Twitter clicando aqui.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...