Connect with us

Hi, what are you looking for?

Planeta & Ambiente

Derretimento de icebergs na Antártica poderia nos levar a uma era do gelo

Martin Fuchs/Pixabay

Apesar do aquecimento global, diferentes climas poderão surgir com a desestabilização do atual. E os cientistas descobriram que as altas temperaturas, que podem derreter icebergs na Antártica, foram responsáveis diretas, na história, por desencadear diferentes períodos de era do gelo.

A pesquisa, publicada no periódico Nature, descreve as condições climáticas do passado visando entender como as eras glacias anteriores tiveram início. Os pesquisadores da Universidade de Cardiff descobriram que o derretimento das geleiras na Antártica é a chave.

As eras glaciais ocorridas nos últimos 1,6 milhão de anos foram desencadeadas por mudanças periódicas na órbita da Terra em torno do sol. A mudança na quantidade de radiação solar que atinge a superfície afetou, em toda a história do planeta, o clima e a ascensão da vida. Até este novo estudo, no entanto, pouco se sabia sobre como pequenas mudanças na órbita poderiam afetar o clima da Terra de forma tão dramática, ocasionando uma era do gelo.

Continua depois da publicidade

Descobriu-se que quando a órbita da Terra está na posição correta, os icebergs da Antártica começam a se separar e derreter mais longe da Antártica, movendo enormes volumes de água doce do Oceano Antártico para o Atlântico. À medida que o Oceano Antártico fica mais salgado e o Atlântico Norte mais fresco, a circulação oceânica (movimento de água e oxigênio) é interrompida, o que faz com que ele absorva mais CO2 da atmosfera, reduzindo o efeito estufa. Os autores do estudo acreditam que é isso que empurra a Terra para uma era do gelo.

O principal autor do estudo, Aidan Starr, disse que todos os membros da equipe ficaram surpresos ao encontrar uma ligação entre o derretimento dos icebergs e a circulação do oceano durante o início de cada era do gelo nos últimos 1,6 milhão de anos. “Ver tão claramente [o fenômeno] em evidências geológicas é muito emocionante.”

Apesar do histórico, os cientistas observam que esse processo pode se comportar de forma diferente agora. Devido o impacto das emissões antropogênicas de CO2, que estão aquecendo o mundo, o ritmo natural dos ciclos da era do gelo pode ser interrompido, pois o Oceano Antártico provavelmente ficará muito quente. Deste modo, os icebergs da Antártica não seriam capazes de flutuar longe o suficiente para causar as mudanças na circulação oceânica necessárias para o início de uma era do gelo.

Continua depois da publicidade
Élisson Amboni
Publicado por

Fundador da Sociedade Científica, escreve e traduz para o site sobre vários temas que lhe dão ímpeto. Você pode encontrá-lo no Twitter clicando aqui.


Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

Mundo Estranho

Esta semana moradores da cidade de Cracóvia, na Polônia teriam se trancado em casa assustados com uma ‘criatura aterrorizante’ que estaria escondida nas árvores perto...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...