Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Crocodilo gigante de 85 milhões de anos é encontrado em São Paulo

Fabiano Vidao Iori/Divulgação

Pesquisadores encontraram o que pode ser uma espécie desconhecida de crocodilo que viveu há 85 milhões de anos na região de General Salgado, em São Paulo. A descoberta aconteceu por conta de um fóssil, localizado em um sítio palenteológico no início deste ano na cidade.

O crocodilo, pertencente à família dos baurusuquídeos, era terrestre e considerado um predador do topo da cadeia alimentar, disputando espaço com dinossauros. Sua cabeça foi localizada durante pesquisa chefiada por Fabiano Vidoi Iori, um dos paleontólogos mais experientes da região.

Ao portal Uol, Vidoi explicou que o trabalho ainda está “bem no comecinho”, e garantiu que ainda não há mais informações sobre a origem do fóssil.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“A preparação é a remoção total da rocha. Aí a gente faz a comparação osso a osso. Até agora eu consigo ver que ele é um baurusuquídeos, da família de crocodilos predadores. Especificar se é uma espécie inédita ainda está um pouco cedo. E esse trabalho leva [pelo menos um] ano”, diz.

O paleontólogo explica ainda as razões de o animal ser considerado um predador: “Thanos, que é um carnívoro da região, tinha 5,5 metros. E essa espécie tinha até 4 metros, não era tão pequeno. O tamanho deles dava essa vantagem para ser predador”.

Descoberta comum

Fabiano ainda lembrou que a descoberta é importante, mas relativamente comum na região. “General Salgado é conhecido mundialmente e, às vezes, a gente da região não tem essa noção. Já foram localizadas quatro espécies de crocodilos carnívoros e duas de crocodilos herbívoros”.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O fóssil foi levado ao Museu de Paleontologia Pedro Candolo, localizado no município de Uchoa, em São Paulo. O museu está fechado por conta da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, mas pesquisadores trabalham no local.

Segundo a direção do local, o trabalho deverá levar pelo menos um ano e, só a partir daí, a descoberta ficará disponível para visitação do público.

Este artigo foi originalmente publicado pelo Metrópeles, parceiro da SoCientífica.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Metrópoles
Publicado por

O Metrópoles é um portal de notícias totalmente focado no digital e oferece conteúdo variado a seus leitores (política, economia, saúde, ciência, segurança pública, comportamento, entretenimento). Sediado em Brasília, está entre os cinco sites mais acessados do país de acordo com rankings ComScore e Alexa.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.