Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Filhotes de Megalodontes tinham o tamanho de jogadores de basquete

Canibalismo no útero pode ter auxiliado o crescimento prematuro de filhotes de megalodontes há milhões de anos.

Getty Images/SoCientífica

Canibalismo no útero pode ter auxiliado o crescimento prematuro de filhotes de megalodontes há milhões de anos. Um estudo analisou fósseis do lendário tubarão e descobriu que os filhotes nasciam com aproximadamente 2 metros de comprimento, próximo ao tamanho de um jogador de basquete profissional.

A pesquisa, publicada no periódico Historical Biology, foi feita em um raro fóssil de megalodonte (Otodus megalodon) adulto com cerca de 9 metros.

A pesquisa

Os cientistas examinaram uma coleção rara de 150 vértebras de cartilagem que mineralizou. Diferente do osso, a cartilagem degrada muito mais rápido e raramente sobrevive à fossilização. Os dentes, que possuem cálcio na sua composição, são mais resistentes. Esse é o motivo de encontrarmos muitos dentes e poucos esqueletos de megalodontes por aí.

Continua depois da publicidade
Um dente fossilizado de Megalodonte encontrado em Sussex, no Reino Unido. (Sinclair Stammers/Science Source)

Através de tomografia computadorizada de raios-x, a equipe contabilizou 46 anéis de crescimento, assim como aqueles encontrados em árvores, na cartilagem espinhal. Desta forma, os cientistas puderam estimar, através de uma equação matemática comumente utilizada em tubarões modernos, a idade de 46 anos para o fóssil de tubarão que estudavam.

Para chegar à conclusão de que o tubarão megalodonte em questão tinha 2 metros de comprimento quando nasceu, e visto que cada anel representava 1 ano da idade tubarão, os cientistas fizeram uma recontagem até chegar no anel mais antigo. Ali eles puderam estimar o tamanho.

Filhotes de Megalodontes: os maiores bebês do mundo?

“É bem possível que eles [megalodontes] representem os maiores bebês do mundo dos tubarões”, disse Kenshu Shimada, paleontólogo na Universidade DePaul e autor principal do estudo.

Universidade DePaul/Kenshu Shimada

Diferente da maioria dos filhotes terrestres ou aquáticos, os recém-nascidos de megalodontes emanavam medo e já estavam prontos para sobreviverem livres, com pouquíssimos predadores possíveis ao seu redor. E, com um instinto que era desenvolvido no próprio útero, ele já nascia um caçador implacável.

O estudo também revelou que o crescimento desses monstros era muito lento comparado ao das espécies modernas. E, apesar de chegarem a 20 metros de comprimento, eles podem ter vivido somente até 100 anos de idade. Mas Shimada disse que ainda é cedo para chegar a essa conclusão.

Continua depois da publicidade
Élisson Amboni
Publicado por

Fundador da Sociedade Científica, escreve e traduz para o site sobre vários temas que lhe dão ímpeto. Você pode encontrá-lo no Twitter clicando aqui.


Populares hoje

Física & Química

O urânio é um elemento químico famoso pela aplicação em usinas de energia nuclear e bombas atômicas. Esse elemento radioativo tem o número atômico...

Planeta & Ambiente

Os filmes de ficção científica sempre nos fazem imaginar acerca de como seria o mundo caso um alienígena usasse seus “poderes” contra os humanos....

Plantas & Animais

Resgatar um animal é uma tarefa bastante complicada. Agora, imagine ter que salvar uma manada de uma espécie de girafa em extinção, que estão...

Notícia

Há 20 mil anos, a Terra estava passando pela mais recente de suas eras glaciais. Devido a alterações na atmosfera do planeta, enormes coberturas...