Connect with us

Hi, what are you looking for?

Referência

Do interior da terra até as prateleiras – o caminho do plástico

O plástico é um dos maiores poluentes modernos. Veja a seguir um panorama geral do caminho do plástico no mundo. (Imagem de Hans Braxmeier por Pixabay)

O plástico é um dos materiais sintéticos mais presentes no mundo. Existem, contudo, mais de 300 tipos diferentes de plástico, cada um com usos específicos e impactos diferentes no meio ambiente. Esses materiais, por conseguinte, são polímeros, ou seja, moléculas de plástico são formadas por outras moléculas menores repetidas milhares de vezes em uma sequência. Isso permite que esse material seja altamente moldável, resistente e barato, o que fez o uso de plástico explodir após os anos 50. De lá até hoje, aliás, a humanidade já produziu mais de 9,2 bilhões de toneladas desses polímeros – o equivalente a 1600 Grandes Pirâmides de Gizé.

Indústrias produzem o plástico a partir do petróleo e gás natural, retirados de reservas subterrâneas. Esses dois materiais se formam a partir de matéria orgânica de centenas de milhões de anos que passou por processos geológicos de alta pressão e temperatura. Por isso, aliás, petróleo e gás natural são combustíveis fósseis.

De qualquer forma, após a extração das jazidas, o petróleo e o gás passam por processos de refinamento, transformando-os em moléculas que podem ser derretidas e moldadas. Essa última parte, ademais, acontece em indústrias mais especializadas que transformam o plástico em embalagens, componentes mecânicos e eletrônicos e todo tipo de utensílio usado no dia-a-dia moderno.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
(Imagem de Sergei Tokmakov, Esq. por Pixabay)

A produção e caminho do plástico ao redor do planeta

Não é segredo para ninguém que o plástico é hoje o maior responsável pela poluição dos oceanos. Esse material, ademais, se degrada em microplásticos que se acumulam na cadeia alimentar e atingem, finalmente, nós humanos. Todavia, países em desenvolvimento não querem abrir mão da produção do plástico, e mesmo dos combustíveis fósseis, por motivos econômicos. China, Índia e Brasil são apenas alguns exemplos dos maiores produtores de plásticos do mundo.

Apesar disso, há maneiras de reutilizar e alterar o caminho do plástico dos oceanos, justamente por ele ser um material tão maleável e resistente. No entanto, isso depende de boas políticas de proteção ao meio ambiente e gestão de resíduos – e ambas não estão muito na moda em países em desenvolvimento, inclusive no Brasil.

Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...