Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Restos de neandertais caçados por hienas são encontrados na Itália

Arqueólogos descobriram um conjunto de fósseis de neandertais de diversas épocas que foram caçados por hienas próximo de Roma.

Restos de neandertais caçados por hienas são encontrados na Itália
Arqueólogos descobriram que os neandertais desta caverna foram caçados por hienas há milhares de anos. Imagem: Alex Strachan/Pixabay

Em 1939, trabalhadores encontraram a caverna Guattari por acaso, em baixo de uma construção. Na época paleontólogos encontraram um crânio de neandertal com um buraco na cabeça, levando alguns pesquisadores a supor um ritual canibal. Contudo, novos indícios mostram que hienas foram, na verdade, as causadoras da lesão.

Para entender isso é preciso lembrar que os neandertais habitaram a Eurásia entre mais ou menos 250.000 e 40.000 anos, quando foram extintos provavelmente pela atividade dos Homo sapiens. Contudo, os primeiros hominídeos não eram predadores de topo de cadeia e frequentemente eram caçados por outros grandes animais, como leões e hienas.

Pesquisadores acham, inclusive, que foi exatamente isso que aconteceu em Guattari. Isso porque arqueólogos encontraram inúmeros fósseis de neandertais, alguns entre 50.000 e 60.000 anos de idade, outros mais antigos, com até 100.000 anos. Esses fósseis, por conseguinte, apresentam marcas de lesões, como o crânio de 1939.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Parte dos fósseis na caverna. Imagem: Ministério da Cultura da Itália

Para colaborar mais com a hipótese das hienas, diversos fósseis desse predadores também estavam na caverna, juntamente aos de elefantes, cervos gigantes e outros animais da megafauna pré-histórica.

A equipe de pesquisa acredita que a caverna também pode ter sido abrigo dos próprios neandertais, bem como outros animais. Contudo, Mario Rolfo (arqueólogo da Universidade de Tor Vergata) afirma ao The Guardian que a caverna pode ter sido selada por um terremoto, pemanecendo isolada por quase 60.000 anos.

O destino das hienas de Guattari

A propriedade onde a caverna está atualmente abriga um hotel que está à venda. Todavia, instituições culturais do Estado italiano já entraram com um pedido de fundos à União Europeia para transformar a caverna em um centro de estudos. Com isso o governo italiano busca aumentar o turismo na região e também promover a pesquisa científica sobre os neandertais.

Mandíbula de hiena advinda da caverna de Guattari. Imagem: Ministério da Cultura da Itália

Como mostram as interpretações de 1939, muito da visão dos humanos sobre os neandertais pode estar completamente equívoca, conquanto que o canibalismo realmente existisse entre hominídeos. Nesse sentido, estudos anteriores mostram que os neandertais tinham manifestações culturais, relações sociais próprias e até enterravam seus mortos em rituais, mais ou menos como nós humanos.

Isso é importante porque os Homo neanderthalensis viveram no planeta por muito mais tempo que nós, Homo sapiens. Portanto eles podem ser uma das partes do quebra-cabeça para entender a evolução humana. Além do mais, esse tipo de descoberta pode fornecer evidências importantes no que diz respeito à extinção brusca e relativamente misteriosa desses primos mais velhos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Com informações de Smithsonian Magazine.

Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.