Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Um oceano pode estar escondido nos minerais de Marte

Imagine um oceano que cobre metade do planeta. Esse oceano prosperou por milhares e milhares de anos, até começou a encolher e finalmente desapareceu. Nem Pacífico, nem Atlântico, esse oceano existiu em terras distantes do nosso planeta, em Marte. E o mais intrigante é o destino de toda essa abundância de água. Minerais subterrâneos podem estar abrigando um pequeno oceano.

Boa parte do oceano primitivo de Marte pode ter simplesmente evaporado. Como a atmosfera do planeta é praticamente inexistente em relação à nossa, os átomos de hidrogênio e oxigênio simplesmente se espalharam pelo sistema solar. Mas pesquisadores acreditam que a maior parte dessa água ainda pode estar no subsolo do planeta vermelho.

(Imagem de WikiImages por Pixabay )

Há mais ou menos 3,5 bilhões de anos, quando a vida na Terra ainda estava restrita a microrganismos, Marte provavelmente já havia perdido seu precioso oceano. Atualmente, a maior parte da água de Marte está congelada nas calotas polares ou no subsolo do planeta.

De acordo com cálculos anteriores, no entanto, a água não teria tempo de desaparecer assim apenas evaporando para o espaço. Portanto, cientistas podem ter encontrado a explicação para esse fenômeno em minerais hidratados na crosta do planeta.

Continua depois da publicidade

Acontece que a quantidade de água presente na crosta, na forma desses minerais, pode ser muito maior do que se estimava. Usando dados de sondas marcianas, como a Curiosity e Perseverance, pesquisadores do CalTech, puderam concluir que boa parte do oceano global de Marte deve ter acabado sugado para o interior do planeta, formando minerais hidratados como argila e lamito.

(Imagem de WikiImages por Pixabay )

Como tirar a água desses minerais

De acordo com o estudo, até 99% do oceano do Marte poderia ter ido parar na crosta do planeta, caso as águas fosse rasas. Se esses dados se confirmarem nos próximos anos, o planeta vermelho pode ter água mais que suficiente para abrigar alguns colonos da espécie humana. Contudo, ainda não há nenhuma solução viável para tornar essa água disponível.

(Imagem de Pexels por Pixabay)

No entanto, o estudo pode fornecer uma compreensão extra sobre os ciclos hídricos dos planetas do nosso sistema solar. Na Terra, por exemplo, a água também pode virar esses minerais da mesma forma que ocorreu em Marte. Todavia, essa água acaba voltando para os mares e rios posteriormente.

Em geral, os resultados têm um papel essencial na compreensão do passado de Marte, mas ainda é difícil dizer quando esses dados serão realmente úteis para viagens ao planeta e para a sustentabilidade dentro dele.

O artigo está disponível na revista Science.

Continua depois da publicidade
Comentários

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.