Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Micróbios podem causar fenômeno estranho na Austrália

Pesquisadores acreditam que micróbios patogênicos podem ser os responsáveis por essas curiosas formações vegetais. (Thorsten Becker)

Já há mais de dez anos, pesquisadores vêm observando um fenômeno curioso no deserto da Namíbia, na África Central. Nas planícies da savana, imagens aéreas mostraram centenas de círculos de grama ao longo de centenas de quilômetros. Posteriormente, o mesmo fenômeno foi registrado na Austrália. Pesquisadores agora podem ter encontrado a chave para esse mistério: micróbios.

A formação dos vegetais recebeu o nome de “Fairy Circles” (do inglês, Círculos das Fadas) e acontece, como dito, em desertos e planícies secas com gramíneas do gênero Triodia. Essas plantas, que formam tufos de folhas finas, muitas vezes formam círculos de crescimento. Ou seja, a parte de dentro e a de fora do círculo ficam sem nenhuma planta.

Esses anéis misteriosos cobrem regiões extensas ao longo das planícies da Namíbia e da Austrália, como dito antes. Assim, os pesquisadores Neil D. Ross e Angela T. Moles buscaram analisar o solo desses Fairy Circles para ter uma possível perspectiva sobre a explicação desse fenômeno.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Os cientistas coletaram, então, amostras do solo e levaram para análise na estufa da Universidade de New South Wales. Deste modo os pesquisadores observaram que no solo de dentro dos Fairy Circles, realmente as sementes das gramíneas não se desenvolviam. No entanto, quando o solo foi esterilizado, as plantas passaram a se desenvolver normalmente.

Stephan Getzin (via Beavis729)

Assim, os autores acreditam que micróbios patogênicos associados às raízes podem se desenvolver melhor na parte interna do círculo. Assim, as gramíneas adultas conseguem sobreviver, mas as mais jovens (e mais vulneráveis) acabam sucumbindo aos micróbios.

Micróbios, raízes e mistérios

Praticamente todas as plantas dependem de uma variedade enorme de microrganismos para sobreviver. Um grupo em específico de bactérias se associa às raízes das plantas e promove a fixação de nitrogênio atmosférico. Esse nitrogênio, fica então disponível em outras formas químicas para a absorção das plantas, por ação das bactérias do gênero Rhizobium, por exemplo.

No entanto, alguns micróbios podem causar doenças em uma planta, de forma a enfraquecê-la ou evitar o seu desenvolvimento. Assim, os pesquisadores acreditam que um microrganismo associado às raízes dessas plantas está causando uma doença que evita o desenvolvimento das sementes.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Apesar da hipótese, os pesquisadores não realizaram quaisquer análises microbiológicas em laboratório.

Esses mesmos círculos podem ser causados, também, por cogumelos e, ademais, há evidências de que cupins possam formar os anéis misteriosos na Namíbia.

O artigo está disponível no periódico Australian Journal of Botany.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...