Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Micróbios desconhecidos são encontrados na Estação Espacial Internacional

E é só o começo.

Micróbios desconhecidos encontrados na ISS
Micrografia eletrônica de transmissão mostrando a morfologia geral da célula da cepa S2R03-9T Methylobacterium jeotgali. (Aslam et al, Int. J. Syst. Evol. Microbiol. 2007)

Uma equipe de pesquisadores indianos e norte-americanos que trabalham com a NASA acabaram de descobrir quatro cepas de bactérias que vivem em lugares diferentes na ISS – três das quais eram, até agora, micróbios desconhecidos para a ciência.

Uma das cepas foi encontrada em um painel superior das estações de pesquisa do ISS, a segunda cepa foi encontrada na Cúpula, a terceira foi encontrada na superfície da mesa de jantar; e a quarta foi encontrado em um antigo filtro HEPA devolvido à Terra no ano de 2011.

Mas como elas foram parar lá?

Os astronautas da ISS cultivam pequenas quantidades de comida há muito tempo, então é comum que se encontre bactérias relacionadas a estas plantas vagando e se reproduzindo por lá.

Continua depois da publicidade
Astronautas comeram os rabanetes que foram cultivados no espaço
Rabanetes cultivados na ISS. (NASA)

Um dos quatro microrganismos foi identificado como uma espécie conhecida chamada  Methylorubrum rhodesianum. Já as outras três foram sequenciadas e todas pertencentes à mesma espécie, que não foi identificada. Estas cepas foram batizadas IF7SW-B2T, IIF1SW-B5 e IIF4SW-B5. Os pesquisadores propuseram chamar a nova espécie de Methylobacterium ajmalii em homenagem a Ajmal Khan, um renomado cientista indiano.

Estes micróbios desconhecidos podem auxiliar no cultivo de plantas na ISS

Os microrganismos recém descobertos são muito resistentes e toleram facilmente as duras condições da ISS. Dessa forma, eles poderiam auxiliar no crescimento das plantas de forma mais sustentável.

Segundo a equipe de pesquisa, uma das cepas, a IF7SW-B2T, detém genes promissores relacionados ao crescimento das plantas, dentre eles um gene para uma enzima essencial para a citocinina, que promove a divisão celular em raízes e brotos.

Ainda há muito o que se analisar e descobrir sobre a diversidade microbiana da ISS. Cerca de 1.000 amostras já foram coletadas na ISS, mas ainda aguardam uma viagem de volta à Terra.

Continua depois da publicidade

O estudo foi publicado na revista Frontiers in Microbiology.

Damares Alves
Publicado por

Apaixonada pela natureza, me tornei redatora e hoje escrevo exclusivamente sobre ciência. Meu objetivo é que todos possam ter acesso a pesquisas importantes e descobertas incríveis que são realizadas todos os dias.

Comentários

Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...

Personalidades

Michael Faraday (1791-1867) foi um físico e químico inglês. Em 29 de agosto de 1831, ele descobriu a indução eletromagnética. Juventude de Michael Faraday...