Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Primeira colheita de rabanetes no espaço feita por astronauta na ISS

(NASA).

A exploração humana do espaço além da orbita terrestre se aproxima. Portanto, os cientistas buscam formas de possibilitar missões de longa duração. Uma das saídas é o cultivo de alimento pelos próprios astronautas. Então, há diversas experiências do tipo na ISS (sigla em inglês para Estação Espacial Internacional). Agora, ocorreu a primeira colheita de rabanetes na no espaço pelos astronautas. 

A astronauta Kate Rubins colheu os tubérculos no dia 30 de novembro de 2020 e os armazenou em um embrulho de papel alumínio. No início de 2021, uma missão de transporte de cargas da SpaceX os trará de volta para a Terra. Aqui, os cientistas o analisarão. 

Importância da colheita de rabanetes no espaço

Parece banal, mas plantar algo no espaço é essencial, tanto por questões nutricionais, quanto por questões de conforto e saúde mental. Famosas são aquelas comidas desidratadas que chamamos de “comida de astronauta”. Agora imagine só, que horrível se alimentar dessas rações por meses. Com certeza bate uma saudade da alimentação em Terra, não é mesmo?

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Além de mais natural do que rações e complementos nutricionais, é muito mais agradável se alimentar de comida fresca. Por exemplo, um dos principais problemas entre marinheiros, no passado, era uma doença chamada de escorbuto. Ela ocorre pela falta de vitamina C, e causa sintomas como hematomas, sangramento nas gengivas, fraqueza e fadiga. Ou seja, tudo o que um astronauta jamais deve enfrentar no espaço. 

Então, os cientistas buscam pelas plantas que mais se adaptam, crescem mais rápido, e são mais fáceis de ser cultivadas. Por isso que a NASA escolheu o rabanete. Em apenas 27 dias, o tubérculo alcança sua maturidade, além de bastante nutritivo. 

A astronauta Kate Rubins se prepara para colhê-los. (NASA).

“Rabanetes são um tipo diferente de colheita em comparação com as folhas verdes que os astronautas cultivaram anteriormente na estação espacial, ou o trigo anão que foi a primeira safra cultivada no APH”, diz em um comunicado  Nicole Dufour, a gerente do programa APH da NASA. “O cultivo de uma variedade de safras nos ajuda a determinar quais plantas prosperam na microgravidade e oferece a melhor variedade e equilíbrio nutricional para os astronautas em missões de longa duração”. 

“Rabanetes oferecem grandes possibilidades de pesquisa em virtude de sua formação de seu bulbo”, disse Karl Hasenstein, professor da Universidade de Louisiana e pesquisador principal do estudo. “Podemos cultivar 20 plantas no APH, analisar os efeitos do CO2 e a aquisição e distribuição de minerais”.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O sistema

Para plantar os rabanetes, eles utilizaram um instrumento chamado Advanced Plant Habitat (APH), que fica à bordo da ISS. O instrumento serve para possibilitar o crescimento de plantas, mas ainda não em larga escala, apenas de forma experimental. Por enquanto, os astronautas não se alimentam com plantas cultivadas por lá, mas apenas  as cultivam para estudos em Terra. 

(NASA).

Além disso, há uma evolução no experimento. Os experimentos anteriores utilizavam uma argila com uma lenta liberação de um fertilizante. Mas agora eles não utilizam um fertilizante. Na verdade, o novo experimento utilizou quantidades precisamente definidas de nutrientes e minerais, para tentar alcançar a maior eficiência na colheita de rabanetes no espaço.

“O APH tem dois transportadores científicos, portanto, logo após a primeira colheita, o segundo transportador será usado para repetir o experimento plantando outro conjunto de sementes de rabanete”, disse Dufour. “A replicação do experimento da planta aumenta o tamanho da amostra e melhora a precisão científica

Publicidade. A leitura continua abaixo.

A ISS serve como um laboratório. Lá se faz ciência. Empresas, universidades, agências espaciais e outros diversos tipos de instituições de pesquisa enviam seus experimentos para lá. Dessa forma, os astronautas, com suas missões já especificadas ao ir para a Estação, conduzem os experimentos e ajudam na manutenção e mantimento da própria estação. Eles são como técnicos de laboratórios e zeladores, mas no espaço. 

Com informações de NASA

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Avatar
Publicado por

É divulgador científico por paixão. Gradua-se em Física pela UFSCAR e atua principalmente na Ciencianautas e SoCientífica.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...