Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes na Austrália

Humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes na Austrália
Fósseis encontrados provam que humanos viveram próximos de animais gigantes. Foto: Rochelle Lawrence, Museu de Queensland.

Como teria sido a convivência entre humanos e dinossauros? Muitas pessoas possuem essa dúvida. Mas, no atual território da Austrália, aconteceu algo parecido: humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes.

Quando as primeiras pessoas chegaram onde hoje fica Queensland, teriam encontrado criaturas enormes vivendo por lá. Assim, eram lagartos de 6 metros de comprimento e cangurus com o dobro do tamanho de um homem adulto.

Os primeiros ossos do tipo foram localizados pelo povo Barada Barna, em uma pesquisa de patrimônio cultural nas suas tradicionais terras, que ficam 100 quilômetros distantes de uma mina. Conforme os pesquisadores, este é o primeiro estudo confiável referente aos gigantes australianos que viveram entre 40 mil e 60 mil anos atrás.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Eles foram os maiores animais terrestres a viverem nestas terras desde a época dos dinossauros. Por isso, é importante compreender o papel ecológico que eles desenvolviam no ambiente regional.

Na Oceania, humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes

Os animais gigantes habitavam South Walker Creek, no momento em que as primeiras pessoas começaram a chegar ao continente. Assim, os pesquisadores conseguiram escavar fósseis de quatro locais, realizando estudos detalhados dos próprios locais para descobrir a idade destes esqueletos e entender como era a fauna local.

De fato, humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes na Austrália. Mas, o que chama atenção no trabalho de pesquisa é que as faunas do norte e do sul eram diferentes. Até o momento, foram encontradas 13 espécies extintas em South Walker Creek, sendo que muitas delas poderiam ser variações daquelas encontradas ao sul.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Inclusive, crocodilos encontrados provavelmente foram extintos antes mesmo de homens pisarem na Oceania. Então, imagina dar de cara com um lagarto de 6 metros? Ou quem sabe esbarrar em um crocodilo que habitava aquelas terras. Mas, não eram só eles: os mamíferos também eram diferentes do que conhecemos hoje, como os vombates, com dentes enormes.

Os pesquisadores encontraram um canguru gigante, o maior já encontrado, pesando 274 kg, para efeito de comparação, os maiores da atualidade não passam de 70 kg. Novamente falando dos mamíferos, o Diprotodonte pesava 3 toneladas, assim como o predador Saco Thylacoleo.

Humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes na Austrália
O canguru gigante encontrado deve ser o maior de todos. Imagem: Konstantinov, A. Atuchin, R. Allen, S. Hocknull. Museu de Queensland

Por que esses animais desapareceram?

A extinção das espécies gigantes provavelmente foi causada por mudanças ambientais. Além disso, os pesquisadores chegaram a avaliar a possibilidade da caça excessiva por parte dos seres humanos recém-chegados na Austrália.

Mas, conforme a pesquisa, não é uma teoria que faz sentido, já que algumas espécies sobreviveram 40 mil anos atrás. Eles acreditam que o movimento de extinção foi iniciado depois disso, já que o período coincidiu com incêndios e reduções na vegetação.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Humanos viveram ao lado de lagartos e marsupiais gigantes na Austrália
Grandes répteis viviam num mesmo ambiente. Imagem: Konstantinov, A. Atuchin, R. Allen, S. Hocknull. Museu de Queensland

A Austrália passou por grandes mudanças climáticas após a última era glacial, assim o objetivo é entender o que pode acontecer no futuro. Mas, por enquanto não conseguem entender qual é o impacto dessas mudanças climáticas a longo prazo. Além disso, desde o começo do século XXI inundações, secas e incêndios tem sido comuns na Austrália.

As descobertas foram publicadas na Nature Communications, confira.

Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...