Aglomerado globular

Um aglomerado globular é uma concentração densa de estrelas em órbita no núcleo das galáxias. Os aglomerados globulares desempenharam papel importante na astronomia quando Harlow Shapley começou a usar aqueles que orbitavam a Via Látea para determinar o tamanho da galáxia e a posição do Sol.

No caso da Via Látea, existem atualmente 158 aglomerados globulares, mas é provável que existam 10 a 20 vezes mais aglomerados globulares. É sabido que eles são formados principalmente por estrelas com pelo menos 10 bilhões de anos de idade. Pobres em metais, isto é, no jargão dos astrofísicos, em elementos mais pesados que o hidrogênio e o hélio, estas estrelas devem ter se formado ao mesmo tempo e são contemporâneas das estrelas mais velhas da galáxia.

Um dos mais famosos aglomerados globulares é o de Hércules (M13), para o qual a famosa mensagem de Arecibo foi enviada em 1974.

Os aglomerados globulares das galáxias se formaram a partir de superdensidades nas nuvens de gás de hidrogênio e hélio primitivas, junto com as primeiras galáxias, há mais de 13 bilhões de anos. De certo modo, eles são como fósseis daqueles tempos remotos.

RELACIONADO

PROPAGANDA

destaques da semana