Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

A hora que você come pode ser muito importante para perder peso

Shutterstock, https://theconversation.com/is-body-weight-affected-by-when-you-eat-heres-what-science-knows-so-far-143303
Fonte: Olga Miltsova / Shutterstock

Para perder peso não basta apenas seguir uma determinada quantidade de calorias diárias. Em alguns estudos publicados, pesquisadores descobriram que o corpo consegue fazer uma boa distribuição do gasto energético. O estudo comprovou que calorias são queimadas, em grande quantidade, no período da manhã, ao invés da noite. Esse fator pode estar ligado de forma intrínseca ao ritmo circadiano de uma pessoa.

O processo para emagrecer seguindo o ritmo ditado pelo organismo

De maneira geral, o ritmo circadiano é o grande responsável pelo fornecimento de energia para a realização de atividades diárias. Ele faz com que o corpo demonstre sinais de indisposição no período noturno, para que possa repor as energias. Durante o dia, depois de uma boa noite de sono, todas as funções corpóreas já estão funcionando, de forma que se possa sentir uma maior disposição.

Porém, o ritmo circadiano precisa seguir um padrão ao longo dos dias. Quando ocorre de uma alimentação ou prática de atividade física ser realizada após o horário habitual, o ciclo será desregulado. Afetando a parte física, mental e até mesmo, o sistema imunológico do corpo humano. Fazendo com que não sejamos capazes de perder peso.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

CONFIRA: Dieta volumétrica realmente funciona para emagrecer?

Esse ciclo é tão vital para a manutenção do corpo, que durante uma pesquisa de revisão, pesquisadores induziram alguns voluntários a interromper o se ritmo circadiano. Os voluntários passaram a consumir mais de 25% das calorias diárias à noite ou então, no durante a madrugada. Todos os estudos analisados, deixaram claro que o nosso corpo prefere uma alimentação mais diurna.

Segundo os autores do estudo, o ideal é que 75% das calorias sejam consumidas ao decorrer do dia, de forma que à noite, sejam ingeridos somente alimentos mais leves. O objetivo de manter este padrão não é apenas para somar um valor calórico, mas sim, para que o organismo tenha uma reserva energética para continuar funcionando enquanto estamos dormindo. Caso isso não seja feito, haverá consequências a nível hormonal, sejam nos reguladores de apetite, energético ou das vias glicolíticas.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Perder peso seguindo uma refeição no horário correto

Alterações hormonais podem abrir mais o apetite de uma pessoa. Fazendo com que sejam consumidas mais calorias, e como o individuo estará em seu período de repouso durante à noite, o organismo não será capaz de gastar o excesso que foi consumido.

Assim, ao invés de emagrecer, o indivíduo que adota essa prática tende a engordar. Com esse estudo também foi possível concluir que manter um sono regular ajuda a ter um ritmo circadiano normal.

LEIA TAMBÉM: Caminhar após as refeições realmente ajuda a emagrecer?

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Uma pesquisa publicada em 2014 mostrou que, a hora de cada refeição tem bastante influência para quem busca emagrecer. Por exemplo, quando as calorias diárias são consumidas pela manhã e tarde, nosso corpo estará em constante movimentação. Assim, essas calorias serão transformadas em energia, para que tudo funcione perfeitamente, como relata um estudo de 2013.

Em um estudo recente, pesquisadores descobriram que, além de perder peso, se alimentar bem na parte da manhã fornece ao cérebro um estímulo de saciedade ao longo do dia.

Com informações do The Conversation.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Ruth Rodrigues
Publicado por

Bióloga de formação, mas divulgadora científica de coração. Escreve sobre o mundo das ciências para o SoCientífica.

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.