Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Dieta volumétrica: realmente funciona para perda de peso?

dieta volumétrica
Fonte: Freepik

Seguindo a dieta volumétrica, uma pessoa terá de ingerir muita comida, para que fique com uma sensação de saciedade por mais tempo. No entanto, não pode comer qualquer nutriente, se faz necessário um equilíbrio, dando preferência para alimentos ricos em nutrientes saudáveis, mas que tenham um número calórico baixo.

O principal objetivo dessa dieta é manter o corpo saciado por longas horas durante o dia, para reduzir a fome por comidas mais calóricas.

Como funciona a dieta volumétrica na prática?

Esse novo método de alimentação foi baseado em um livro lançado pela Drª. Barbara Rolls. Nele, a médica escreveu diversas dicas do que comer durante o dia, inúmeras receitas e como deveria ser realizado os cálculos para compreender a densidade calórica dos alimentos consumidos. De maneira geral, essa dieta funciona ao separar comidas em 4 categorias diferentes.

Continua depois da publicidade

Categoria 1 (densidade calórica muito baixa): densidade calórica inferior a 0,6

Exemplo: Frutas, sopas, laticínios, sopas e vitaminas sem amido

Categoria 2 (densidade calórica baixa): densidade calórica de 0,6-1,5

Continua depois da publicidade

Por exemplo: Grãos integrais, sementes e proteínas magras

Dieta volumétrica

Categoria 3 (densidade calórica média): densidade calórica de 1,6-3,9

Exemplo: Carne magra, peixe, leite integral e biscoitos

Continua depois da publicidade

Categoria 4 (alta densidade calórica): densidade calórica de 4,0-9,0

Por exemplo: Alimentos industrializados, nozes, amêndoas e pistache

O cálculo é bem simples, basta escolher um alimento, dividir seu número de calorias em relação a porção que será ingerida. Logo após ter feito isso, será preciso pegar o resultado e dividi-lo em razão ao seu peso, este que deverá estar em gramas. Assim, depois de calcular tudo, o resultado será entre um algarismo de 0 a 9, igualmente como nas categorias acima.

Continua depois da publicidade

A melhor maneira de perder peso com essa dieta é consumindo sempre alimentos da categoria 1 e 2. De forma para que seja uma alimentação balanceada, para que tenha mais opções de comidas. Já as categorias 3 e 4, contém os alimentos com um alto teor calórico, que podem ser ingeridos, desde que sejam em baixíssimas concentrações. Com a dieta volumétrica, é possível fazer um cardápio baseando-se em 1.400 calorias diárias.

calculando as calorias de uma dieta volumétrica

Como os estudos comprovam a eficácia dessa dieta?

No momento em se consome alimentos com baixo índice calórico, teremos uma resposta positiva do nosso organismo. Segundo um estudo de 2008, quanto mais refeições forem feitas durante o dia, com alimentos pobres em calorias, mais chances o organismo terá de ficar saciado por mais tempo.

Pesquisadores realizaram um estudo com um grupo de 96 mulheres com sobrepeso, durante 12 semanas as voluntárias seguiram uma dieta composta por diversas refeições ao longo do dia, mas com baixíssimo teor calórico. Ao fim do período os cientistas relataram que ocorreu uma redução na sensação de fome quando elas ingeriam diversos alimentos com baixo teor calórico ao longo do dia.

Continua depois da publicidade

Para que a dieta tenha o efeito desejado, deve ser associado a prática de alguma atividade física. Um estudo de 2015 revela que, ao reservar entre 30-60 minutos diários para alguma atividade física, o organismo tente a eliminar a gordura local, promovendo a perda de peso. Isto acontece porque o organismo terá que gastar mais energia para praticar as atividades, enquanto queima calorias.

Apesar dos inúmeros benefícios apresentado pela dieta volumétrica, um estudo de 2018 revelou que, ao aderir a dieta, a ingestão de gorduras saudáveis será muito restrita. Com isso, o organismo poderá ficar mais propenso a doenças crônicas, cardíacas e inflamações.

Com informações da Healthline.

Continua depois da publicidade
Ruth Rodrigues
Publicado por

Bióloga de formação, mas divulgadora científica de coração. Escreve sobre o mundo das ciências para o SoCientífica.


Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Surto de vômito entre cães foi identificado por pesquisadores como um novo tipo de coronavírus canino não transmissível a humanos.

Espaço

Após um documentarista divulgar imagens intrigantes acerca de um possível OVNI, o Pentágono confirmou sua autenticidade. Nas filmagens, o objeto voador estava sobrevoando um...

Saúde & Bem-Estar

O alumínio é um metal pesado que não é essencial para o corpo humano. Contudo, esse composto é altamente reativo biologicamente e diversos estudos...

Plantas & Animais

No dia 01 de Abril de 2009 cientistas anunciaram o nascimento do primeiro — e único — animal extinto já ressuscitado. Em um artigo...