Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Urso da Era do Gelo é encontrado totalmente preservado na Sibéria

urso da caverna encontrado
Um urso da caverna foi encontrado preservado na Sibéria. (Imagem: NEFU)

Cientistas russos encontraram a carcaça de um Urso da Caverna intacta em Yakutia, na Sibéria. O mais impressionante é o nível de preservação: até o focinho do animal está inteiro.

Um achado impressionante

Os restos mortais foram encontrados na ilha e serão analisados ​​por especialistas da universidade federal russa NEFU, em Yakutsk. Atualmente, a NEFU está liderando pesquisas sobre mamutes e rinocerontes extintos. Segundo os cientistas, as novas descobertas têm importância mundial para o estudo na área. Com elas, os cientistas têm esperança de conseguir o DNA dos animais.

Sobre a grande descoberta, a pesquisadora do Instituto de Ecologia Aplicada da NEFU, Lena Grigorieva, afirmou: ‘Hoje esta é a primeira descoberta desse tipo, uma carcaça inteiramente intacta de urso, com tecidos moles. E está totalmente preservada, com todos os órgãos no lugar, incluindo até o nariz.” Mas, normalmente, apenas crânios e ossos são encontrados em expedições. Por isso, achado é algo que terá repercussões em todo o mundo. Os pesquisadores da universidade NEFU detêm os direitos da descoberta.

Continua depois da publicidade

(Imagem: NEFU)

Um estudo está sendo preparado para a carcaça. Todos os métodos modernos de pesquisa científica em genética, seja molecular, celular ou microbiológica, têm utilidade na pesquisa. Aliás, a descoberta está tendo relevância tão grande quanto o estudo do mamute Malolyakhovsky, de acordo com a cientista Grigorieva.

O DNA de ursos-das-cavernas que viveram há mais de 35 mil anos é importante, por exemplo, para determinar por que os ursos-das-cavernas desapareceram. Para isso, estuda-se como a população desse animal variou ao longo do tempo, o que pode ser deduzido a partir do DNA.

Alguns pesquisadores comparam os genomas de ursos da caverna com o de ursos pardos. Se eles estiverem mostrando mais semelhança entre si do que com os ursos‑polares, então deve haver hibridização entre as duas espécies.

(Imagem: NEFU)

Nos últimos anos, com o derretimento do permafrost na Sibéria, os cientistas têm encontrado vários restos de animais como mamutes, rinocerontes lanosos, potros da idade do gelo e leões das cavernas.

LEIA MAIS: Rinoceronte-lanudo foi a última refeição deste filhote de 14.000 anos

Continua depois da publicidade

O urso da era do gelo cavernas

O urso das cavernas foi uma espécie de urso que viveu na Europa e na Ásia há mais de 10 000 anos, durante o período Pleistoceno. Ele foi extinto durante a última era glacial. Segundo os pesquisadores, o urso encontrado data entre 22 000 a 39 000 anos atrás, e poderia viver na região de Karginsky.

No entanto, segundo o pesquisador do laboratório do museu Mammoth em Yakutsk, Maxim Chesprasov, ainda é necessário realizar uma análise de radiocarbono para determinar a idade precisa do urso.

Com informações de The Siberian Times e National Geographic.

Continua depois da publicidade

 


Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.