Connect with us

Hi, what are you looking for?

Tecnologia

Sensação de tato em realidades virtuais, será possível?

Luva artificial
(Imagem: Universidade de Cornell)

A realidade virtual é uma tecnologia que, muito acreditam, será muito presente no futuro. Agora, ela poderá contar com a sensação artificial de tato. Cientistas desenvolveram um novo sensor de pele extensível que usa fibra óptica para fornecer uma sensação de toque.

Realidade virtual, sentidos e o futuro

Uma das tecnologias mais apostadas para o futuro é a realidade virtual. Hoje mesmo ela já é bem popular: a experiência está disponível normalmente em shoppings e em estabelecimentos de jogos.

No entanto, acredita-se que no futuro a realidade virtual estará ainda mais presente na vida das pessoas, seja no trabalho, em salas de aula ou até mesmo dentro de casa.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Em geral, a tecnologia é composta por óculos e fones de ouvido, para proporcionar visão e som. Alguns sistemas, inclusive, adicionam também o sentido de olfato, mas de forma externa à realidade virtual (usando aromas artificiais).  

Mas a verdade é que a realidade virtual não é tão real sem poder experimentar o tato. Agora, cientistas parecem ter encontrado uma maneira de simular esse sentido tão importante.

Peles artificiais com sensação de tato

Cientistas da Universidade de Cornell desenvolveram um sensor de pele extensível que usa fibra óptica para dar a sensação de toque. Para complementar a realidade virtual, pode-se usar uma pele artificial feita de silicone capaz de simular o tato. Isso poderá deixar a experiência ainda mais imersiva.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Estudos para o desenvolvimento de próteses com sensação de tato têm sido cada vez mais frequentes. Ainda nesse ano, pesquisadores em Singapura criaram uma pele artificial que imita a sensação do tato. A nova invenção processa informações mais rápido do que o sistema nervoso humano. Além disso, ela é capaz de reconhecer vários de tipos de texturas e de ler cartas em braille com precisão de mais de 90%. Esse é, portanto, um grande passo para a criação de próteses sensíveis.

LEIA TAMBÉM: Pele humana com cabelo foi criada com sucesso em laboratório

Com o advento dessa tecnologia, os usuários de realidade virtual poderão sentir o toque tanto de pessoas quanto de objetos inseridos no meio virtual. 

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Um protótipo de tato

A luva protótipo possui um guia de luz elástico em cada dedo. Ao deformar o guia de luz dobrando os dedos ou exercendo pressão, os corantes se iluminam e registram o movimento que está acontecendo.

No futuro, cientistas esperam usar essas luvas que dariam resposta de toque ao encostar e agarrar objetos virtuais. Poderiam não imitar perfeitamente a vida real, mas elas dariam a sensação de tato e deixariam as realidades virtuais mais imersivas.

Além disso, a tecnologia poderia também ter uso com robôs. Ao adquirir tato, a sensação os ajudaria em situações diferentes; por exemplo, na reação ao ambiente e no melhor manuseio com objetos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Apesar de tudo, a tecnologia ainda é muito nova, e está, no momento, em seus primeiros passos. A luva da equipe é impressa em 3D com Bluetooth, bateria e circuitos básicos.

Avatar
Publicado por

Matheus Gouveia é formado em Engenharia Elétrica e apaixonado por ciência e tecnologia. Atualmente é redator da SoCientífica e autor do blog "DoCaramba!".

Mente & Cérebro

Os corvos são considerados modelos de cognição em psicologia animal, e são uma das mais fortes evidências de que a consciência é um fenômeno...

Plantas & Animais

No oceano, no meio dos corais, você pode encontrar esse estranho organismo. Embora muitas vezes se pareça com uma pedra circular esverdeada e brilhante,...

Plantas & Animais

Cientistas descreveram, em um estudo publicado no Journal of Mammalian Evolution, uma nova espécie gigante de um dente-de-sabre, Machairodus lahayishupup, que teria vivido na América do...

Plantas & Animais

Um novo estudo mostrou que os tubarões, assim com as aves, se orientam pelo campo magnético da Terra para realizar migrações de longa distância.