Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Como os probióticos ajudam a perder peso e gordura abdominal

probióticos ajudam a perder peso e gordura abdominal
Probióticos ajudam a perder peso e gordura abdominal. (imagem: Pixabay)

Os probióticos são microrganismos vivos que apresentam benefícios à saúde. Além disso, vários estudos sugerem que eles podem ajudá-lo a perder peso e gordura abdominal.

Eles são encontrados em suplementos e alimentos fermentados, melhoram sua função imunológica e saúde digestiva e cardíaca, entre outras vantagens.

Mas como os probióticos afetam o peso corporal?

Os métodos pelos quais os probióticos interferem ao perder peso e gordura abdominal ainda não são bem compreendidos. Porém, os probióticos parecem influenciar o apetite e o uso de energia por meio da produção de acetato, propionato e butirato. Esses são ácidos graxos de cadeia curta.

Continua depois da publicidade

Também há estudos levantando a questão que certos probióticos podem inibir a absorção de gordura dietética, aumentando a quantidade de gordura excretada nas fezes.

pepinos em conserva são probióticos
pepinos em conserva são probióticos. (imagem: Pixabay)

Em outras palavras, eles fazem seu corpo “colher” menos calorias dos alimentos que você ingere. Determinadas bactérias, como as da família Lactobacillus, funcionam dessa forma.

Os probióticos também podem combater a obesidade de outras maneiras:

  • Liberação de hormônios reguladores do apetite: os probióticos ajudam a liberar os hormônios redutores de apetite, peptídeo-1 semelhante ao glucagon (GLP-1) e peptídeo YY (PYY).

    Portanto, níveis aumentados desses hormônios podem queimar calorias e gordura. Logo, estimulam o corpo a perder peso e gordura abdominal.
  • Níveis crescentes de proteínas reguladoras de gordura: nesse caso, os probióticos podem aumentar os níveis de proteína semelhante à angiopoietina 4 (ANGPTL4). Existe a possibilidade de isso levar à diminuição do armazenamento de gordura.

Fortes evidências ligam a obesidade à inflamação em todo o corpo. Assim, melhorando a saúde do revestimento intestinal, os probióticos podem reduzir a inflamação sistêmica e proteger contra a obesidade e outras doenças.

Os probióticos podem ajudá-lo a perder peso e gordura abdominal

gordura abdominal
(imagem: Pixabay)

Uma revisão recente de estudos bem elaborados sobre probióticos e perda de peso em pessoas com sobrepeso e obesidade sugere que eles ajudam na perda de peso e diminuem o percentual de gordura corporal.

Particularmente, os estudos descobriram que certas cepas da família Lactobacillus é que fazem esse papel. Em um estudo desses, comer iogurte com Lactobacillus fermentum ou Lactobacillus amylovorus reduziu a gordural corporal em 3-4% ao longo de 6 semanas.

Continua depois da publicidade

Outra pesquisa com 125 pessoas com excesso de peso e que fazem dieta investigou os efeitos dos suplementos de Lactobacillus rhamnosus na perda e manutenção do peso.

As mulheres que tomaram os probióticos perderam 50% a mais de peso ao longo de 3 meses, em comparação com as que tomaram a pílula de placebo. Também continuaram a perder peso durante a fase de manutenção do estudo.

Mais um estudo bem desenhado foi feito com 114 adultos com obesidade. Eles receberam o probiótico Lactobacillus sakei ou um placebo por 12 semanas. Aqueles que tomaram o probiótico experimentaram diminuições significativas na massa de gordura corporal e na circunferência da cintura.

Continua depois da publicidade

Ainda mais, alguns probióticos podem prevenir o ganho de peso, porque perdê-lo não é a única forma de combater a obesidade. Concluindo, prevenir o ganho de peso indesejado pode ser ainda mais valioso para evitar a obesidade. Portanto, em um estudo de 4 semanas, tomar uma formulação probiótica chamada VSL # 3 reduziu o ganho de peso e de gordura em pessoas que seguem uma dieta com 1.000 calorias extras do que é necessário por dia.

Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.


Populares hoje

Plantas & Animais

Novos estudos mostram que as tarântulas habitam o planeta por mais de 120 milhões de anos.

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Plantas & Animais

Um estegossauro era um tanque de guerra feito de carne e ossos. Assim como outros grupos de dinossauros com armaduras naturais, os estegossauros possuíam...