Connect with us

Hi, what are you looking for?

Referência

O que é margem de erro? Entenda essa ferramenta importante para a estatística

Reprodução/Youtube

No ano passado, as estatísticas foram extraordinariamente importantes nas notícias. Qual é a precisão do teste COVID-19 que você ou outras pessoas estão usando? Como os pesquisadores sabem a eficácia de novas terapias para pacientes com COVID-19? Como mídia pode prever os resultados das eleições muito antes de todas os votos terem sido contados?

Cada uma dessas questões envolve alguma incerteza, mas ainda é possível fazer previsões precisas, desde que essa incerteza seja compreendida. Uma ferramenta que os estatísticos usam para quantificar a incerteza é chamada de margem de erro.

Dados limitados

Eu sou um estatístico e parte do meu trabalho é fazer inferências e previsões. Com tempo e dinheiro ilimitados, eu poderia simplesmente testar ou pesquisar todo o grupo de pessoas em que estou interessado para avaliar a pergunta em mente e encontrar a resposta exata. Por exemplo, para descobrir a taxa de infecção de COVID-19 nos EUA, eu poderia simplesmente testar toda a população dos EUA. No entanto, no mundo real, você nunca pode acessar 100% da população.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Em vez disso, os estatísticos amostram uma pequena porção da população e constroem um modelo para fazer uma previsão. Usando a teoria estatística, esse resultado da amostra é extrapolado para representar toda a população.

Idealmente, uma boa amostra deve ser representativa da população total, incluindo gênero, diversidade racial, diversidade socioeconômica, padrões de estilo de vida e outras medidas demográficas. Quanto maior a amostra, mais semelhante ela será à população real e, com uma amostra maior, mais confiantes os estatísticos se tornarão em suas previsões. Mas sempre haverá alguma incerteza.

Quantificação da incerteza

Veja o desenvolvimento de medicamentos, por exemplo. É sempre verdade prever que um novo medicamento terá algo entre 0% e 100% de eficácia para todos na Terra. Mas essa não é uma previsão muito útil. É trabalho de um estatístico restringir essa faixa a algo mais útil. Os estatísticos geralmente chamam isso de intervalo de confiança, e é dentro do intervalo de previsões que os estatísticos estão muito confiantes de que o número verdadeiro será encontrado.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Se um medicamento foi testado em 10 indivíduos e sete deles o acharam eficaz, a eficácia estimada do medicamento é de 70%. Mas como o objetivo é prever a eficácia em toda a população, os estatísticos precisam levar em conta a incerteza de testar apenas 10 pessoas.

Os intervalos de confiança são calculados usando uma fórmula matemática que abrange o tamanho da amostra, a gama de respostas e as leis de probabilidade. Neste exemplo, o intervalo de confiança seria entre 42% e 98% – um intervalo de 56 pontos percentuais. Depois de testar apenas 10 pessoas, você poderia dizer com alta confiança que o medicamento é eficaz para 42% a 98% das pessoas em toda a população.

Se você dividir o intervalo de confiança pela metade, obtém a margem de erro – neste caso, 28%. Quanto maior a margem de erro, menos precisa é a previsão. Quanto menor for a margem de erro, mais precisa é a previsão. Uma margem de erro de quase 30% ainda é um intervalo bastante amplo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

No entanto, imagine que os pesquisadores testaram esta nova droga em 1.000 pessoas em vez de 10 e foi eficaz em 700 delas. A eficácia estimada do medicamento ainda será em torno de 70%, mas essa previsão é muito mais precisa. O intervalo de confiança para a amostra maior será entre 67% e 73% com uma margem de erro de 3%. Você poderia dizer que se espera que este medicamento seja 70% eficaz, mais ou menos 3%, para toda a população.

Os estatísticos adorariam prever com 100% de precisão o sucesso ou o fracasso de um novo medicamento ou os resultados exatos de uma eleição. No entanto, isso não é possível. Sempre há alguma incerteza, e a margem de erro é o que quantifica essa incerteza; deve ser considerado ao observar os resultados. Em particular, a margem de erro define o intervalo de previsões dentro do qual os estatísticos estão muito confiantes de que o número verdadeiro será encontrado. Uma margem de erro aceitável é uma questão de julgamento com base no grau de precisão exigido nas conclusões a serem tiradas.

Matéria originalmente publicada em The Conversation. Leia o original aqui. Tradução de Redação SoCientífica.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
The Conversation
Publicado por

The Conversation é uma fonte independente de notícias e pontos de vista da comunidade acadêmica e de pesquisa, entregues diretamente ao público.

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.