Connect with us

Hi, what are you looking for?

Sociedade & Cultura

Mulher medieval usava este ‘cinto de parto’ como proteção

Uma espécie de amuleto, para proteger a gestante.

cinto de proteção da mulher medieval
As mulheres medievais viam as cintas de parto, ou longos pedaços de pergaminho inscritos com invocações e desenhos religiosos, como talismãs de proteção. (Cortesia da coleção Wellcome)

Os pesquisadores encontraram vestígios de fluidos corporais, bem como leite e outros materiais associados à gravidez, em um pergaminho de 3 metros de comprimento. Tudo indica que a mulher medieval usava-o como talismã ou artefato religioso para proteger a si mesma e seu bebê em gestação.

Isso porque dar à luz durante a Idade Medieval era uma tarefa assustadora, sem a medicina moderna contra doenças infecciosas e outras complicações. Assim, mães e crianças enfrentavam altas taxas de mortalidade.

Pergaminho era artefato religioso

cintas de parto
Desenho de como as mulheres medievais podem ter usado suas cintas de parto (Fiddyment et al. / Royal Society Open Science)

Agora, relata Natalie Grover para o Guardian, uma equipe liderada por Sarah Fiddyment da Universidade de Cambridge e o Institute McDonald para Investigação Arqueológica encontrou provas confirmando uma teoria de longa data: a mulher medieval contava com ‘cintas de parto’, ou longos rolos de pergaminho, não apenas durante a gravidez, mas também durante o parto.

Como os pesquisadores escreveram na revista Royal Society Open Science, fluidos corporais recuperados de uma cinta do final do século 15 ou início do século 16, feita de quatro pedaços de pergaminho de pele de carneiro, são a chave para o estudo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Alojado na Wellcome Collection, com sede em Londres, o artefato apresenta muitos símbolos religiosos, incluindo uma cruz e invocações com inscrições, observa a Agence France-Presse (AFP). Ele mede quase 10 centímetros de largura e 3 metros de comprimento.

Fiddyment disse em um comunicado que “esta cinta é especialmente interessante porque tem evidências visuais de ter sido usada e desgastada, já que algumas das imagens e escritos foram gastos com o uso e tem muitas manchas.”

A teoria dos especialistas é do uso do acessório na mulher medieval em volta do útero durante o trabalho de parto como medida de proteção física e espiritual da gestante, devido a dimensão do objeto (longo e estreito).

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Faça um comentário

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.