Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Este medicamento promove perda de peso como jamais visto, diz estudo

Um novo estudo publicado no The New England Journal of Medicine relata um tratamento experimental testado recentemente que pode revolucionar os tratamentos contra a obesidade.

Este medicamento promove perda de peso
(Imagens MirageC / Getty)

Um novo estudo publicado no The New England Journal of Medicine relata um tratamento experimental testado recentemente que pode revolucionar os tratamentos contra a obesidade. Segundo a equipe de pesquisa, o medicamento promove perda de peso como jamais visto antes.

Durante a fase de testes os pesquisadores injetaram doses semanais em quase 2.000 adultos obesos em 16 países diferentes com um medicamento chamado semaglutida, que já é utilizado para o tratamento diabetes tipo 2. Um grupo de pacientes recebeu somente um placebo, como forma de controle.

Todos os voluntários receberam um curso de intervenção no estilo de vida projetado para promover a perda de peso.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

No final do estudo, os pacientes que receberam o placebo tiveram uma perda de peso quase insignificante. Já os pacientes que receberam a semaglutida, perderam em média 14,9% do peso corporal. E mais de 30% do grupo perdeu mais de 20% do peso corporal. Além disso, os sintomas de diabetes e pré-diabetes melhoraram em muitos pacientes conforme o The New York Times.

Como este medicamento promove perda de peso?

medicamento promove perda de peso
(Public Domain Pictures)

Fabricada pela Novo Nordisk, semaglutida é uma versão sintética de um hormônio natural, o peptídeo-1.

A substância aumenta a produção de insulina, um hormônio que reduz o nível de açúcar no sangue. Além disso, ela também reduz a ingestão de alimentos, diminuindo o apetite e retardando a digestão no estômago. Isso promove a perda de peso.

O medicamento não é uma solução mágica

Medicamento promove perda de peso
(Julia Larson / Pexels)

Os pacientes que participaram do estudo apresentaram efeitos leves a moderados em ambos os grupos semaglutida e placebo. Os efeitos adversos incluíam náuseas, vômitos, diarreia e constipação. Embora os efeitos tenham sido temporários, eles foram suficientes para quase 60 dos participantes interromperem o tratamento, em comparação com apenas cinco no grupo do placebo.

Até o momento, medicamento requer uma injeção semanal para funcionar. Além disso, acredita-se que os pacientes tenham que tomá-lo por toda a vida para evitar recuperar o peso perdido.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Embora medicamentos como este possam ser úteis a curto prazo para obter rápida perda de peso na obesidade grave, eles não são uma solução mágica para prevenir ou tratar graus menos graves de obesidade”, disse o nutricionista Tom Sanders, professor emérito do King’s College London, que não estava envolvido com o estudo


+Leia mais

3 maneiras de emagrecer rapidamente com base na ciência
Caminhar após as refeições realmente ajuda a emagrecer?
Zona de queima de gordura: a melhor forma de emagrecer?

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Damares Alves
Publicado por

Apaixonada pela natureza, me tornei redatora e hoje escrevo exclusivamente sobre ciência. Meu objetivo é que todos possam ter acesso a pesquisas importantes e descobertas incríveis que são realizadas todos os dias.

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Sociedade & Cultura

O povo Tsimane é uma tribo indígena amplamente isolada que vive na Amazônia boliviana.  Estas pessoas levam uma vida muito diferente da nossa. E eles...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...