Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Este chá amazônico estimula a formação de novos neurônios

Além dos neurônios, a infusão usada para fins xamânicos também induziu a formação de outras células neurais, como astrócitos e oligodendrócitos.

chá
Imagem: Pexels

Pesquisas conduzidas pela Universidade Complutense de Madri (UCM) encontraram efeitos da ayahuasca no cérebro. Um dos principais componentes naturais do chá de ayahuasca é a dimetiltriptamina (DMT) e ele promove a neurogênese – a formação de novos neurônios.

Além dos neurônios, a infusão usada para fins xamânicos também induziu a formação de outras células neurais, como astrócitos e oligodendrócitos.

José Angel Morales, o pesquisador do Departamento de Biologia Celular da UCM e do CIBERNED, explicou os efeitos da ayahuasca no cérebro. Essa capacidade de modular a plasticidade cerebral sugere que ela tem grande potencial terapêutico. E vai além: o poder se estende a uma ampla gama de doenças psiquiátricas e neurológicas. Inclusive, doenças neurodegenerativas.

Continua depois da publicidade

Substância ayahuasca

O estudo foi publicado na Translational Psychiatry relata os resultados de quatro anos de experimentação in vitro e in vivo em camundongos.

A demonstração de reação perante as doenças apresenta “uma maior capacidade cognitiva quando tratados com essa substância”. Segundo José Antonio López, pesquisador da Faculdade de Psicologia da UCM e coautor do estudo.

efeitos da ayahuasca no cérebro
Preparação da ayahuasca no Equador. Crédito: Terpsichore.

A ayahuasca é produzida a partir da mistura de duas plantas da Amazônia: a videira ayahuasca (Banisteriopsis caapi) e o arbusto chacruna (Psychotria viridis). O DMT do chá de ayahuasca se liga a um receptor cerebral serotonérgico tipo 2A e ele aumenta seu efeito alucinógeno.

Só que, neste estudo, o receptor foi alterado para um do tipo sigma que não tem esse efeito. Isso facilita muito a sua futura administração aos pacientes.

Continua depois da publicidade

A morte de certos tipos de neurônios causa os sintomas de patologias como Alzheimer e Parkinson, doenças neurodegenerativas. Embora os humanos tenham a capacidade de gerar novas células neuronais, isso depende de vários fatores e nem sempre é possível.

O desafio é ativar nossa capacidade latente de formação de neurônios e, assim, substituir os neurônios mortos por causa de doenças. Portanto, esse estudo mostra que o DMT tem a capacidade de ativar células-tronco neurais, assim formando novos neurônios, concluiu Morales.

Chá considerado em outros estudos

chá
Imagem: Pexels

Um outro estudo realizado em 2018 e publicado na Cambridge University Press mostrou alívio da depressão severa com o psicodélico amazônico.

A equipe de cientistas brasileiros conduziu um ensaio clínico randomizado e controlado com placebo de ayahuasca. Os resultados sugeriram que a bebida funciona contra a depressão que normalmente tem tratamentos mais difíceis, a do tipo severo.

Continua depois da publicidade

Outra pesquisa, de 2017, indica melhoria da sensação de bem-estar e ajuda no combate ao alcoolismo. Isso porque os dados coletados do Global Drug Survey mostram que usuários de ayahuasca relataram menor consumo problemático de álcool, comparado a pessoas que tomaram LSD ou cogumelos alucinógenos.

Além da melhora de bem-estar relatada nos últimos 12 meses por esses mesmos usuários, comparado aos outros entrevistados da pesquisa.

Todas essas descobertas reforçam também o potencial psiquiátrico da ayahuasca como medicamento. Embora os dados ainda sejam puramente observacionais.

Continua depois da publicidade

A ayahuasca é utilizada por tribos indígenas e grupos religiosos da região amazônica. Assim, ficou conhecida popularmente como ‘chá do Santo Daime’, atraindo diversos visitantes curiosos com os fins terapêuticos e espirituais da bebida.

O artigo científico foi publicado no periódico Cambridge University Press.

Continua depois da publicidade
Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.


Populares hoje

Plantas & Animais

Novos estudos mostram que as tarântulas habitam o planeta por mais de 120 milhões de anos.

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Plantas & Animais

Um estegossauro era um tanque de guerra feito de carne e ossos. Assim como outros grupos de dinossauros com armaduras naturais, os estegossauros possuíam...