Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

DNA antigo revela origem da primeira civilização europeia da Idade do Bronze

Imagem: Domínio Público

Analisando os DNAs encontrados em antigos sítios arqueológicos do Mar Egeu, cientistas descobriram que as primeiras civilizações a construir palácios e centros de cidades na Europa eram geneticamente mais homogêneas do que se esperava.

Na Idade do Bronze, as civilizações humanas receberam um grande impulso de desenvolvimento. Os pesquisadores conseguiram compilar um retrato genético dos europeus que viviam nessa época.

A Idade do Bronze na Eurásia foi marcada por mudanças dramáticas nos níveis social, político e econômico, notáveis ​​no surgimento dos primeiros grandes centros urbanos e palácios monumentais. O crescente intercâmbio econômico e cultural que se desenvolveu durante essa época lançou as bases para as economias modernas, incluindo o capitalismo, os tratados políticos internacionais e a economia de comércio mundial.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Imagem: Georgia Karamitrou-Mentessidi

Para entender melhor a origem e o desenvolvimento das civilizações europeias durante esse período da história da Terra, os autores do novo trabalho decidiram usar o método de sequenciamento de DNA. Para fazer isso, os autores coletaram amostras de restos de esqueletos bem preservados encontrados em sítios arqueológicos ao longo da costa do Egeu. Os cientistas sequenciaram seis genomas completos – quatro pertenceram a representantes de três culturas da Idade do Bronze Inferior e dois pertenceram a representantes da cultura helênica da Idade do Bronze Médio.

Os resultados da análise sugeriram que inovações essenciais como o desenvolvimento de centros urbanos, o uso de metal e o comércio intensivo feito durante a transição do Neolítico para a Idade do Bronze foram devidas não apenas à imigração do Mar Egeu oriental, como anteriormente se pensava, mas também para a continuidade cultural, grupos neolíticos locais.

O estudo também mostrou que na Idade do Bronze Médio os indivíduos do Mar Egeu do Norte eram significativamente diferentes daqueles que viveram na Idade do Bronze Inicial. Essas pessoas eram metade da estepe Pôntico-Cáspio – uma vasta área geográfica que se estendia entre o Danúbio e os Urais ao norte do Mar Negro – e eram muito semelhantes aos gregos modernos.

Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.