Connect with us

Hi, what are you looking for?

Notícia

Dinossauros transportavam pedras em suas migrações

Essas pedras podem ter sido transportadas na barriga de dinossauros por centenas de quilômetros. (Imagem de amandinacolina por Pixabay)

Os saurópodes foram o maior grupo de dinossauros que já existiu. Assim ,esses animais – que você pode já ter visto em Jurassic Park – tinham pescoços e caudas longos e patas parecidas com as de elefantes, chegando a 100 toneladas. Com todo esse tamanho, os saurópodes podem parecer bastante lentos e imóveis. Todavia, um novo estudo publicado no periódico Terra Nova mostra que esses dinos podiam fazer migrações de mais de 900km, e carregando pedras em seus estômagos.

A descoberta começou com o pesquisador Josh Malone visitando seu pai (também pesquisador na área de geologia) na Formação de Morrison, em Wyoming , nos EUA. Malone observou algumas pedras lisas espalhadas pela região e seu pai confirmou que elas eram gastrólitos, pedras que animais – incluindo dinossauros – usam para auxiliar na digestão.

(Imagem de Dariusz Sankowski por Pixabay)

Contudo, análises laboratoriais mostraram que, na verdade, as pedras tinham origem em Wisconsin, outro estado americano a mais de 900km de distância. Essa conclusão foi possível por meio da composição química, textura e aparência dos minerais. Os pesquisadores afirmam, ainda, que as pedras em Wyoming e Wisconsin são praticamente idênticas.

Intrigados pela descoberta, os pesquisadores propuseram então a hipótese das mais longas migrações de saurópodes já registradas. Em 2020, ademais, outro estudo mostrou evidências de migrações em hadrossauros (um grupo de dinos com bico de pato), porém não tão longas quanto estas.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Migrações de dinossauros

Acredita-se que a função principal dos gastrólitos para os saurópodes era ajudar na digestão de quantidades absurdas de fibras de plantas que passavam por seus sistemas digestórios. No entanto, esses materiais poderiam ajudar também na absorção de minerais e limpeza do trato digestório, ou simplesmente eram comidos por engano.

De acordo com o artigo, os gastrólitos são muito pesados para serem carregados por rios. Portanto, é bastante provável que os dinossauros realmente carregaram essas pedras por distâncias tão longas.

(Imagem de Frank P. por Pixabay)

Os pesquisadores acreditam que saurópodes como Camarassauros e Diplodócus poderiam andar toda essa distância seguindo leitos de rios ou pequenos riachos e se alimentando ao longo do caminho. Nesse ponto o papel da migração pode ser importante, afinal esses dinossauros consumiam recursos de forma extensiva e rápida, provavelmente precisando buscar outras regiões.

A migração em grandes dinossauros, contudo, já era uma característica que pesquisadores suspeitavam ser comum. Isso porque muitos dos grandes dinossauros herbívoros andavam em bandos e consumiam muito alimento, como dito antes.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O artigo está disponível no periódico Terra Nova.

Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...