Connect with us

Hi, what are you looking for?

Ciência

Derretimento do gelo revelou artefatos de uma estrada viking na Noruega

Vários artefatos de estrada viking. (Créditos: secretsoftheice.com)
Vários artefatos de estrada viking. (Créditos: secretsoftheice.com)

Pesquisadores do Innlandet County Council e do NTNU University Museum, e da Universidade de Cambridge, se depararm com uma grande quantidade de artefatos de uma estrada Viking numa passagem de montanha no sul da Noruega. Os pesquisadores descreveram a localização do desfiladeiro e o que foi encontrado até agora em artigo publicado na revista Antiquity.

A antiga geleira foi descoberta em 2011 em perto de uma mancha que se encontrava no geleira de Lendbreen. Pesquisas anteriores sugeriram que a razão pela qual os artefatos estavam surgindo era porque a geleira está derretendo devido ao aquecimento global. A equipe cobriu a área durante os anos de 2011 a 2015.

LEIA TAMBÉM: Grande guerreira viking pode ter sido na verdade eslava

Continua depois da publicidade
O local onde foram encontrados os artefatos de estrada viking fotografado em 2007 (logo acima) e em 2019, (imagem abaixo).  (Créditos: Espen Finstad / secretsoftheice.com)
O local onde foram encontrados os artefatos de estrada viking fotografado em 2006 (logo acima) e em 2019, (imagem abaixo). (Créditos: Espen Finstad / secretsoftheice.com)

No local, a equipe internacional descobriu uma enorme quantidade de artefatos. Sessenta dos objetos foram datados entre os anos 300 a 1000 DEC. Uma análise dos detalhada dos achados sugeriu a existência de dois tipos de viajantes através das zonas de passagem e de percursos de longa distância. Os arqueólogos sugerem que os habitantes locais utilizavam o passe para viajar entre as casas de Verão e de Inverno. Alguns dos artefatos sugeriram também que a estrada era utilizado principalmente durante os períodos em que estava coberta de neve – o terreno muito rochoso teria dificultado as caminhadas ou passeios a cavalo. A neve teria suavizado o percurso, tornando a travessia mais fácil.

Derretimento do gelo revelou um tesouro artefatos de estrada viking

No desfiladeiro foram encontrados itens como túnicas e luvas, juntamente com acessórios para cavalos, como ferraduras e uma raquete de neve feita para encaixar no casco de um cavalo. O grupo também encontrou restos de trenós, além das ossadas de um cão com coleira e um cavalo ainda com trela. Até à data em que o artigo foi publicado, não foram encontrados restos humanos na área e tais descobertas parecem improváveis devido à curta distância da passagem.

Um excepcional fragmento de tecido encontrado junto com os artefatos de uma estrada Viking. (secretsoftheice.com)
Um excepcional fragmento de tecido encontrado junto com os artefatos de uma estrada Viking. (secretsoftheice.com)
Uma raquete de neve para cavalos. (Espen Finstad / secretsoftheice.com)
Uma raquete de neve para cavalos.(Espen Finstad / secretsoftheice.com)
Uma ferradura encontrada juntamente com artefatos de uma estrada viking na Noruega. (Programa de Arqueologia JH Barrett & Glacier; Pilo et al., Antiquity, 2020)
Uma ferradura encontrada juntamente com artefatos de uma estrada viking na Noruega. (Foto: secretsoftheice.com)
Uma faca encontrada junto a outros artefatos de estrada viking passagem da montanha Lendbreen. (Foto: secretsoftheice.com)
Uma faca encontrada junto a outros artefatos de estrada viking na passagem da montanha Lendbreen. (Foto: secretsoftheice.com)

Mudanças climáticas e a peste

O artigo relata que também que foram encontrados múltiplos caibros ao longo das rochas empilhadas de forma a fornecer um poste de orientação, ajudando os viajantes a trafegar pelo caminho mais facilmente. No local também havia um pequeno abrigo, provavelmente para os viajantes que se encontravam no meio de uma súbita tempestade de neve.

O estudo sugere que a passagem caiu em desuso, uma vez que as condições econômicas mudaram em meio a invernos mais frios no século XIV, e depois a peste bubônica levou a viagens mais restritas.

O artigo que descreve as descobertas foi publicado na revista Antiquity, da Universidade de Cambridge, clique aqui para acessá-lo.

Continua depois da publicidade

LEIA TAMBÉM: Descobertos barcos e esqueletos vikings fantasticamente preservados na Suécia

Avatar
Publicado por


Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...

Mundo Estranho

Esta semana moradores da cidade de Cracóvia, na Polônia teriam se trancado em casa assustados com uma ‘criatura aterrorizante’ que estaria escondida nas árvores perto...