Connect with us

Hi, what are you looking for?

Referência

Como lavar as mãos corretamente contra o Coronavírus?

Lavar as mãos é uma ação cotidiana, mas é preciso ter atenção para que a higienização seja adequada. (Imagem: Pexels)

Lavar as mãos antes de comer ou ao chegar em casa é um hábito antigo e fundamental para evitar doenças contagiosas. Mas será que você sabe como lavar as mãos corretamente? Vamos descobrir neste artigo.

Porque lavar as mãos

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), lavar as mãos é uma das principais formas de combater epidemias. Um levantamento realizado pelo órgão, revelou que este hábito pode reduzir em até 40% a contaminação por vírus e bactérias que causam doenças como gripes, resfriados, conjuntivites, viroses e até mesmo o coronavírus. [Coronavírus se dissemina mais no frio, segundo pesquisa]

Um outro estudo realizado pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) mostrou que 41% das mortes de recém-nascidos no mundo poderiam ser evitadas com o simples ato de lavar as mãos antes de tocar  o bebê. No Brasil, de acordo com informações da Anvisa, cerca de 25% das infecções registradas são causadas por microrganismos, ou seja, podem ser evitadas com a ação de higienizar as mãos. 

Continua depois da publicidade

Como e quando lavar as mãos 

Para higienizar corretamente as mãos, o ideal é utilizar água e sabão, porque a água não é o suficiente para eliminar bactérias e possíveis vírus que possam ter entrado em contato com sua pele. 

Você não precisa lavar as mãos a todo momento, mas a recomendação é de sempre lavar nos seguintes momentos: 

  • Ao preparar alimentos, lave as mãos antes e depois; 
  • Antes de comer; 
  • Quando for tratar qualquer machucado, principalmente em crianças, também lave as mãos antes e depois; 
  • Antes e depois de entrar em contato com pessoas doentes; 
  • Sempre depois de usar o banheiro
  • Após lidar com dinheiro (lembre-se que notas e moedas podem ter passado por muitas mãos antes de chegar até você)
  • Ao retornar da rua (você provavelmente tocou em maçanetas, corrimões, etc)

Água com sabão ou álcool em gel: o que usar para higienizar as mãos?

Álcool em gel se torna um item bastante procurado quando há grande incidência de alguma doença provocada por vírus ou bactérias. Dessa maneira, surge a dúvida: o álcool em gel é tão bom quanto lavar as mãos quanto água e sabão? 

LEIA TAMBÉM: Pesquisadores da UFBA rastreiam DNA do coronavírus em apenas 3 horas

Continua depois da publicidade

Tanto o uso de álcool em gel quanto o de água e sabão são importantes para higienizar as nossas mãos e prevenir doenças contagiosas. Porém, se engana quem acredita que o álcool pode substituir a água e o sabão.

A função principal do álcool em gel é reduzir o número de microorganismos em nossas mãos, sendo, portanto, um importante aliado contra doenças causadas por vírus ou bactérias. Ainda mais se você, por exemplo, estiver na rua e não puder lavar as mãos. Entretanto, a água e o sabão possibilitam uma higienização mais completa, pois além de atuarem contra os microorganismos, também limpam a sujeira no geral, algo que o álcool não faz.

Vale destacar ainda que nem todo álcool é eficaz na redução de microorganismos. Para esse fim, a concentração do álcool deve ser de 70%. O álcool com concentração inferior a 70% não obtém resultado, mas, quando a concentração é superior a 90%, pode desencadear irritações na pele.

Continua depois da publicidade

Qual a maneira correta de lavar as mãos?

Lavar as mãos é uma ação cotidiana, mas é preciso ter atenção para que a higienização seja adequada. De acordo a Anvisa, esta é a forma correta de lavar as mãos com água e sabão:

  1. Abra a torneira e molhe as mãos, evitando encostar na pia.
  2. Aplique sabão em uma quantidade suficiente para cobrir todas as superfícies das mãos.
  3. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si.
  4. Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda (e vice-versa), entrelaçando os dedos.
  5. Entrelace os dedos e friccione os espaços entre eles.
  6. Esfregue o polegar direito, com o auxílio da palma da mão esquerda (e vice-versa), utilizando movimento circular.
  7. Friccione as unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fechada em concha (e vice-versa), fazendo movimentos circulares.
  8. Esfregue o punho esquerdo, com o auxílio da palma da mão direita (e vice-versa), utilizando movimento circular.
  9. Enxágüe as mãos, retirando os resíduos de sabonete. 
  10. Seque as mãos com papel-toalha descartável.

LEIA TAMBÉM: Quando haverá uma vacina contra o coronavírus? 5 perguntas respondidas

Qual a maneira correta de higienizar as mãos com álcool?

Ainda de acordo com a Anvisa, a higienização com álcool deve seguir alguns procedimentos um pouco diferentes da limpeza com água e sabão:

  1. Aplique álcool em uma quantidade suficiente para cobrir todas as superfícies das mãos.
  2. Friccione as palmas das duas mãos entre si.
  3. Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda (e vice-versa), entrelaçando os dedos.
  4. Friccione a palma das mãos entre si, com os dedos entrelaçados.
  5. Esfregue o dorso dos dedos de uma mão, com a palma da mão oposta, segurando os dedos.
  6. Friccione as unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita (e vice-versa), fazendo um movimento circular.
  7. Esfregue os punhos com movimentos circulares.
  8. Friccionar até secar, sem utilizar toalhas.

Profissionais de saúde devem redobrar cuidados

Todos, sem exceção, devem lavar as mãos, mas profissionais de saúde devem ter ainda mais atenção. E neste caso não é  apenas uma recomendação, mas uma regra de higiene, que garante a saúde do próprio profissional e das pessoas que ele atende.

Previna-se contra o coronavírus e outras doenças contagiosas

É fundamental lavar as mãos, mas não é a única medida importante. O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratória, incluindo coronavírus. São esses os cuidados que você deve tomar:

Continua depois da publicidade
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. 
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes. 
  • Fique em casa quando estiver doente. 
  • Cubra a boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço descartável e jogue no lixo. 
  • Se não tiver um lenço, cubra boca e nariz com o antebraço, não com as mãos. Dessa forma, você diminui as chances de contaminar outras pessoas, ao segurar em corrimões, maçanetas ou acentos de coletivos, etc. 
  • Mantenha os ambientes bem ventilados;
  • Não compartilhe objetos pessoais;
  • Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Se puder, evite aglomerações, principalmente se estiver doente ou com a imunidade baixa (algo comum em pessoas com doenças crônicas, idosos e crianças).

LEIA TAMBÉM: Você corre o risco de pegar o coronavírus? 5 perguntas respondidas

Avatar
Publicado por

Adriana Tinoco de Vasconcelos, a.k.a Dri Tinoco, é graduada em Letras através da UERJ e atua como redatora web, revisora de textos, podcaster e youtuber.


Populares hoje