Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Cientistas dispararam tardígrados de uma arma para ver o que acontece

E eles descobriram que sim, tardígrados podem sobreviver ao serem disparados por uma arma em altíssima velocidade.

tardígrados
WIRED

Os tardígrados são uma das criaturas mais resistentes da Terra. Eles podem sobreviver a altas temperaturas, radiação, desidratação e até mesmo ao vácuo do espaço. Eles são os heróis da resistência! Agora adicionar “ser disparado de uma arma em alta velocidade” à lista crescente de coisas estranhas que os tardígrados podem sobreviver.

Qual o objetivo de disparar tardígrados a partir de uma arma?

Tardígrados disparados com arma
(Science Photo Library)

Uma equipe de pesquisadores queria saber se organismos semelhantes ao tardígrado poderiam sobreviver a certas condições no espaço, a fim de colocar restrições sobre onde e como poderíamos encontrar vida extraterrestre no Sistema Solar – e como poderíamos evitar contaminá-la. Para isso, eles precisariam saber quão violento um impacto precisa ser para matar um tardígrado. Então eles resolveram testar.

A resposta para essa pergunta teria implicações para a astrobiologia, incluindo o modelo de panspermia, que propõe que a vida pode ser distribuída por todo o cosmos por meio de asteroides e cometas que colidem com planetas.

Além disso, a experiência também pode nos dizer a probabilidade dos tardígrados sobreviverem em lugares como a Lua ou a lua marciana de Fobos, que poderia ter sido impactada por material ejetado da Terra e de Marte respectivamente, potencialmente carregando vida microscópica. Além de nos ajudar a avaliar a taxa de sobrevivência de organismos semelhantes ao tardígrado nas plumas de água salgada ejetadas de mundos oceânicos gelados como Europa e Enceladus.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O experimento

Os pesquisadores carregaram uma arma com dois tardígrados da espécie Hypsibius dujardini cada um em uma série de sabotagem de náilon, que foram congelados para induzir o estado de hibernação das criaturas.

Em seguida eles dispararam a arma contra alvos de areia em uma câmara de vácuo em uma faixa de velocidades de 0,556 a 1,00 quilômetros por segundo.

Os tardígrados impactados sobreviveram até e incluindo uma velocidade de impacto de 825 metros por segundo; mas demoraram para se recuperar, sugerindo danos internos. A próxima velocidade mais alta, 901 metros por segundo, resultou em congestionamento de tardígrado. Isso sugere que o limite de sobrevivência da velocidade de impacto está entre esses dois números.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Estes resultados sugerem que pesquisas futuras realizem observações contínuas dos tardígrados, para determinar como o disparo de uma arma afeta sua sobrevivência a longo prazo.

O estudo foi publicado na revista Astrobiology.

Elisson Amboni
Publicado por

Fundador dos sites SoCientífica e Revista Quarka. Fotógrafo da Natureza, redator e tradutor. Inclinado à História (Natural e Humana) e Filosofia.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.