Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Centenas de formas de vida desconhecidas são encontradas em vulcão

Centenas de formas de vida desconhecidas
As chaminés hidrotermais do fundo do mar na parede noroeste da caldeira vulcânica Brother's Volcano criam um ambiente único para micróbios. (Anna-Louise Reysenbach / NSF, ROV Jason e 2018 © Woods Hole Oceanographic Institution)

Pesquisadores que exploravam um vulcão no fundo do mar perto da Nova Zelândia encontraram centenas de formas de vida desconhecidas habitando os jatos de ácido escaldante conforme um artigo da Live Science.

Uma equipe de biólogos marinhos, com auxílio de um robô subaquático, sedimentos do Vulcão do Irmão, localizado a cerca 320 quilômetros a nordeste da Nova Zelândia. Dentro das amostras coletadas a equipe identificou 285 tipos diferentes de novos extremófilos, até então desconhecidos.

Relacionado: Cientistas descobrem uma enorme biosfera de vida escondida embaixo da Terra

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Extremófilos, são um grupo de seres vivos que prosperam em condições, no mínimo, incomuns. Condições que matariam a maioria das formas de vida na Terra. Os membros deste grupo incluem tardígrados resistentes à radiação, procariontes que vivem sob alta pressão no fundo da Fossa das Marianas e as bactérias comedoras de ácido que tornam a Grande Primavera Prismática de Yellowstone tão colorida.

Formas de vida desconhecidas
A ventilação hidrotérmica magmática no local do cone em Brother’s Volcano cria uma comunidade microbiana distintamente diferente daquelas em feições geológicas próximas. (Anna-Louise Reysenbach, NSF, ROV Jason e 2018 Woods Hole Oceanographic Institution)

Centenas de formas de vida desconhecidas pela ciência

A equipe relatou em um estudo publicado no final de 2020 na revista Proceedings of the National Academy of Sciences a descoberta de 202 novas espécies potenciais de bactérias e 83 espécies de archaea, antigos micróbios unicelulares que tendem a viver em ambientes extremos. Ainda segundo os pesquisadores, algumas das formas de vida se distribuíam em várias partes do Vulcão irmão, dependendo da temperatura e da acidez da água circundante. Enquanto isso, outras preferiam nadar através dos gases de enxofre que vazam de dois grandes montes próximos ao centro da caldeira.

Relacionado: As bactérias usam ritmos circadianos para “contar as horas”

Além de adicionar tantas novas espécies à árvore da vida microbiana, essas descobertas podem dar aos pesquisadores outra ferramenta para estudar os lugares mais extremos da Terra.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Estamos chegando a um ponto em que os micróbios podem ser muito informativos sobre o ambiente de onde vieram e até mesmo refletir um pouco do passado”, disse Mircea Podar do ORNL em um comunicado. “Com mais dados, podemos usar micróbios como um proxy para caracterizar ambientes onde as medições tradicionais são difíceis de capturar”.

Damares Alves
Publicado por

Apaixonada pela natureza, me tornei redatora e hoje escrevo exclusivamente sobre ciência. Meu objetivo é que todos possam ter acesso a pesquisas importantes e descobertas incríveis que são realizadas todos os dias.

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.