Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Túmulo de guerreiro viking canhoto é encontrado na Noruega

guerreiro-viking-canhoto
Foto: NTNU.

Escavações feitas na Noruega encontraram o que pode ser restos mortais de um guerreiro viking canhoto. O grupo de túmulos é datado dos séculos IX ou X. De fato, a maioria das espadas encontradas nas sepulturas vikings ficam no lado direito. Só que neste caso em específico ela estava no lado esquerdo.

Normalmente os vikings seguravam a espada em uma das mãos e um escudo na outra. Os destros possuíam a bainha pendurada no lado esquerdo para facilitar o saque da espada. Quando eles morriam eram enterrados com a bainha no lado direito. Praticamente como se fosse um espelho.

Restos mortais de uma mulher surpreendem

A área está sendo escavada por pesquisadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU). Além do possível viking canhoto, encontraram também o que pode ser cinzas de uma mulher. Assim, a guerreira seria uma das primeiras e os arqueólogos sugeriram isso com base na presença de itens como uma tesoura e contas coloridas.

Continua depois da publicidade

O trabalho está sendo feito antes da expansão de uma rodovia na cidade de Vinjeøra. Chama atenção que os restos mortais do que seria uma mulher pesa mais do que 2 quilos. Enquanto a maioria dos cemitérios da Idade do Ferro tem somente meio quilo. Neste caso, é um cemitério compartilhado.

guerreiro-viking-canhoto2

Guerreiro viking canhoto não é comum

O guerreiro canhoto foi enterrado com algumas armas ao seu lado. Assim, machado, lança, escudo e espada foram instrumentos deixados ao seu lado. Boa parte dos vikings eram fazendeiros e eles deveriam comprar armas como estas.

“A ideia é que esta localização deve refletir algumas crenças que foram importantes nos ritos mortuários”, disse o gerente de escavação Raymond Sauvage, arqueólogo da NTNU. Isso tem uma justificativa. “Vários arqueólogos, portanto, acreditam que isso pode refletir a crença de que eles entendiam que a vida após a morte era um espelho do mundo normal”.

Continua depois da publicidade

A espada achada desta vez tem cerca de 1.100 anos e mede praticamente um metro de comprimento. Além disso, seu antigo dono provavelmente lhe usava com a mão esquerda.

A idade e o sexo dos indivíduos podem ser descobertas em futuras pesquisas. Enquanto isso, a espada deverá ser levada a um laboratório de conservação. Por fim, ela será examinada com raio-X que vai determinar os segredos que carrega.

Com informações de Smithsonian Magazine.

Continua depois da publicidade
Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.


Populares hoje

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Notícia

No dia 18 de fevereiro de 2021, a sonda Perseverance da NASA pousou na cratera de Jezero, na superfície de Marte. No entanto, o...