Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Tatus do tamanho de um carro são encontrados na Argentina

Fósseis de tatus do tamanho de um carro foram encontrados por um fazendeiro na Argentina. Conhecidos como Glyptodonts, eles viveram há aproximadamente 20 mil anos. Para se ter uma ideia, o maior encontrado é do tamanho de um Fusca!

O homem localizou no leito seco de um rio, próximo da capital Buenos Aires. O fazendeiro Juan de Dios Sota estava levando suas vacas para pastar, quando percebeu a presença dos itens. E não demorou para perceber que não eram animais normais, e sim históricos.

Foi uma grande descoberta

Quando arqueólogos foram avisados da descoberta, a expectativa era de que havia dois tatus do tamanho de um carro, mas a partir do momento em que iniciaram as escavações, eles acharam mais. “É a primeira vez que há quatro animais como esse no mesmo local. A maioria deles estava na mesma direção, como se estivesse caminhando em direção a algo”, comentou o arqueólogo Pablo Messineo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Eles acreditam que são fósseis de dois animais adultos e dois jovens. Testes devem ser feitos, com o objetivo de determinar fatos como a idade dos bichos, o sexo e como foi a morte dos gigantes. Por enquanto, acreditam que tenham cerca de 20 mil anos.

Uma tarefa complicada

Embora o local onde os quatro tatus do tamanho de um carro tenham sido encontrados em uma região próxima da capital do país, a retirada do leito do rio não é fácil. Para isso, uma escavadeira foi acionada, já que as conchas são pesadas demais.

LEIA TAMBÉM: As mudanças climáticas criaram os grandes crocodilos de hoje

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Não foi a primeira vez que Glyptodonts foram encontrados na Argentina. Em outubro de 2019 foi encontrada no país, da mesma forma que acharam mais quatro em anos anteriores.

É difícil achar tatus do tamanho de um carro

Hoje em dia os seus descendentes são bem menores, até por isso, não é fácil encontrar um destas conchas. Quando as cascas encontradas estão completas, ou praticamente, o fato se torna ainda mais raro.

Até hoje foram encontrados não somente na Argentina, como também em outros países da América Latina. Igual aos tatus que conhecemos hoje, esses grandões tinham uma concha, bem resistente, que servia como abrigo e proteção contra os perigos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Um pouco mais sobre os tatus gigantes

Quando falamos que eram animais gigantes, não é um exagero. Um destes podia medir mais de 3 metros de comprimento. Embora fossem deste tamanho, se alimentavam apenas de plantas, eram herbívoros. Os pesquisadores estimam que suas conchas podiam pesar até 500 quilos.

Outro fato é que provavelmente eles foram extintos durante a última era glacial, provavelmente já em sua parte final, há 12 mil anos. Como eles se alimentavam exclusivamente de plantas, e boa parte do continente americano estava congelado, ficou difícil para sobreviverem.

Hoje restam apenas os seus fósseis, que podem ser estudados, mostrando como eram grandiosos os animais que viviam no passado. É uma forma para que possamos compreender pelo menos um pouco sobre a evolução destes bichos, até chegar em um tatu que mede cerca no máximo 1 metro, dependendo da espécie.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

LEIA TAMBÉM: Este bebê ornitorrinco fofinho é realmente verdadeiro?

Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...