Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

O que é uma superlua e como observar este fenômeno?

superlua
Imagem de <a href="https://pixabay.com/pt/users/KelvinStuttard-5920577/?utm_source=link-attribution&utm_medium=referral&utm_campaign=image&utm_content=2996969">Kelvin Stuttard</a> por <a href="https://pixabay.com/pt/?utm_source=link-attribution&utm_medium=referral&utm_campaign=image&utm_content=2996969">Pixabay</a>

Uma superlua acontece quando a lua cheia coincide com a posição mais próxima do satélite com relação a Terra em sua órbita. Superluas fazem a lua parecer mais brilhante e mais próxima do que o normal.

Como acontece uma superlua

uma distância média de 382.900 km entre a Terra e seu satélite, mas apogeu e perigeu da Lua – as posições mais próximas e mais distantes da Terra – mudam a cada mês lunar. A órbita da Lua ao redor da Terra não é um círculo perfeito, por conta das forças de maré e gravitacionais. As diferentes gravidades da Terra, do sol e dos planetas afetam a órbita da lua. 

Superlua rosa
Uma superlua rosa, fotografada em Jukho de 2015. (Créditos: © Getty Images)

Uma superlua precisa de dois componentes principais para ocorrer:

  1. A lua precisa estar em sua posição mais próxima, ou perigeu, da Terra em sua órbita de 27 dias. 
  2. A lua também precisa estar na fase completa, o que acontece a cada 29,5 dias, quando o Sol ilumina completamente a lua. 

As superluas acontecem apenas algumas vezes por ano, se tanto, porque a órbita da Lua muda de orientação enquanto a Terra orbita o Sol. Sendo assim, é por isso que você não vê uma superlua todo mês.

Quando ocorre a superlua, o satélite parecerá cerca de 30% mais brilhante e 14% maior que o normal, mas é muito difícil identificar a diferença a olho nu.

Continua depois da publicidade

LEIA TAMBÉM: Como diferenciar estrelas, planetas e satélites no céu?

A superlua pode parecer especialmente grande se você estiver muito perto do horizonte. Contudo, isso não tem nada a ver com astronomia, mas com o funcionamento do cérebro humano. Esse efeito é chamado de “ilusão da lua” e acontece porque nosso cérebro pode processar as coisas no horizonte como maiores que as do céu.

Origens astrológicas

O termo “superlua” não se originou em astronomia, mas na astrologia, tradição pseudocientífica que estuda os movimentos de objetos celestes para fazer previsões sobre o comportamentos humanos e eventos. 

Continua depois da publicidade

O termo foi mencionado pela primeira vez em um artigo de 1979 da revista Dell Horoscope, de Richard Nolle. Nolle definiu uma superlua como uma lua nova ou cheia que ocorre quando o satélite está em seu ponto de maior aproximação da Terra. No artigo, Nolle indica o percentual de 90% de maior proximidade,  mas não explica como chegou a esse número.

LEIA TAMBÉM: Cientistas podem ter encontrado a matéria mais comum no universo

No entanto,  foi apenas mais recentemente que o termo recebeu mais atenção. Uma pesquisa no Google Trends revela que a partir de 2004, a palavra “superlua” não era usada com frequência até pelo menos 2011. O interesse pela superlua atingiu um pico em novembro de 2016, quando a Terra experimentou a maior superlua em 69 anos. 

Continua depois da publicidade

Superluas de  destaque

De 20 a 21 de janeiro de 2019, a superlua coincidiu com um eclipse lunar. Os eclipses lunares ocorrem quando a Terra está exatamente entre o sol e a lua. A lua brilhou em vermelho acastanhado, porque a única luz que recebia era refletida na Terra.

lua vermelha
jaxsonpohlmanphotography/Instagram

O final de 2016 viu três superluas seguidas em outubro, novembro e dezembro. Mas, foi a 14 de novembro que mais chamou a atenção, porque foi a superlua mais próxima, na história recente. O perigeu da lua estava a 356.508 quilômetros da Terra, tornando-a a lua cheia mais próxima da Terra em 69 anos – especificamente, desde a superlua de 26 de janeiro de 1948.

superlua de 2016
AP Photo/Nick Ut

Uma lua cheia ainda mais próxima ocorreu em janeiro de 1912, ficando a cerca de 100 quilômetros mais perto da Terra do que em novembro de 2016. Em 2020, já tivemos uma superlua, a próxima será apenas em Abril de 2021.

Fonte /space.com

Continua depois da publicidade
Avatar
Publicado por

Adriana Tinoco de Vasconcelos, a.k.a Dri Tinoco, é graduada em Letras através da UERJ e atua como redatora web, revisora de textos, podcaster e youtuber.


Populares hoje