Connect with us

Hi, what are you looking for?

Comentário & Opinião

James Webb odiava gays. Por que batizamos um telescópio com o nome dele?

telescópio james webb
Centro de Voo Espacial Goddard da NASA / Chris Gunn de Greenbelt, MD, EUA (Flickr)

No final deste ano, a NASA planeja lançar o Telescópio Espacial James Webb (JWST), o tão esperado sucessor do Telescópio Espacial Hubble que deverá revolucionar a pesquisa espacial.

Porém, alguns cientistas estão preocupados dizendo que Webb pode não ser a pessoa certa para nomear um observatório tão importante.

Ele era um administrador da NASA e teve uma extensa carreira no Departamento de Estado, onde os cientistas estão apontando pioneirismo na guerra psicológica e ajuda para expulsar gays das listas de agências governamentais.

Continua depois da publicidade

Telescópio James Webb

O argumento é de um trio de cientistas em um novo artigo de opinião da Scientific American. Os autores são o físico Chanda Prescod-Weinstein da Universidade de New Hampshire, a astrônoma Sarah Tuttle da Universidade de Washington e a astrônoma do Adler Planetarium Lucianne Walkowicz.

Eles dizem que a liderança de Webb durante a era Apollo não pode apagar o impacto mas amplo que ele teve no mundo, especialmente quando trata-se de um impacto terrível sobre os grupos marginalizados. Sendo assim, a NASA já tem um passado complicado no que diz respeito à atribuição de nomes.

Continua depois da publicidade

Por exemplo, costumava chamar o asteroide Arrokoth pelo nome de “Ultima Thule”, mudando apenas em 2019 após reclamações sobre as conotações neonazistas associadas a esse nome. Mas uma iniciativa recente da NASA oferece esperança: a agência anunciou que revisaria todos os vários apelidos atribuídos ao longo dos anos e que seriam ofensivos ou inadequados.

Os autores do artigo não são os primeiros a criticar Webb por motivos semelhantes e sugerem que ele não seja a melhor pessoa para imortalizar o telescópio com seu nome. Sua liderança na NASA é diferente de seus esforços para prejudicar a comunidade LGBTQ+ e seu papel na adoção da guerra psicológica o tornam muito menos digno de comemoração.

Enfim, os cientistas escreveram pensar ser a hora de renomear o telescópio James Webb por ser uma missão tão importante e que promete viver na psique popular e científica por décadas.

Continua depois da publicidade
Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.

Comentários

Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...

Personalidades

Michael Faraday (1791-1867) foi um físico e químico inglês. Em 29 de agosto de 1831, ele descobriu a indução eletromagnética. Juventude de Michael Faraday...