Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Imagens incríveis do furacão Dorian foram capturadas da Estação Espacial

A enorme tempestade de categoria 5 parece feroz vista do espaço.

Esta animação de fotos do astronauta da Agência Espacial Européia Luca Parmitano aproxima o olho do furacão Dorian, uma tempestade de categoria 5, vista da Estação Espacial Internacional no dia 1º de setembro de 2019.

O aterrorizante furacão Dorian foi “capturado” em imagens impressionantes pelo astronauta da Agência Espacial Européia, Luca Parmitano.

LEIA TAMBÉM: NOAA prevê até 8 furacões destrutivos para o litoral atlântico este ano

“Amplie a tempestade tropical Dorian”, escreveu Parmitano no Twitter no último domingo (1 de setembro), enquanto compartilhava as fotos da enorme tempestade de categoria 5.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Atualmente, o furacão está parado na ilha de Grand Bahama, no norte das Bahamas, onde os meteorologistas preveem que permanecerá por grande parte do dia, e depois, se as previsões estiverem corretas, viajará para o norte ao longo da costa da Flórida, chegando na Geórgia na próxima quinta-feira.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Esta animação de fotos do astronauta da Agência Espacial Européia Luca Parmitano aproxima o olho do furacão Dorian, uma tempestade de categoria 5, vista da Estação Espacial Internacional no dia 1º de setembro de 2019.

No momento, o NHC está chamando Dorian de “extremamente perigoso”, devido aos fortes ventos que a classificaram como tempestade de categoria 5 e às fortes chuvas e tempestades que o furacão está causando.

LEIA TAMBÉM: NASA Lança oito pequenos satélites para melhorar as previsões de furacões

A ilha Grand Bahama pode ver ondas entre 5,5 a 7 metros acima dos níveis normais de maré causadas pela tempestade, de acordo com a previsão da NHC.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Quão forte pode um furacão ficar?

Quanto mais rápido os ventos do furacão poderiam soprar? Um furacão ganha força usando água morna como combustível. Com o aquecimento climático da Terra, os oceanos também podem ficar mais quentes. E, como alguns cientistas preveem, os furacões podem se tornar mais fortes. Particularmente, os pesquisadores descobriram que as tempestades mais fortes deveriam se tornar ainda mais intensas à medida que o planeta esquenta, informou a Live Science.

Até o final do século 21, o aquecimento global causado pelo homem provavelmente aumentará a intensidade dos furacões, em média, de 2 a 11 por cento, de acordo com uma revisão do Laboratório de Dinâmica de Fluidos Geofísicos da NOAA, revisada em 30 de agosto de 2017.

FONTE / LiveScience

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...