Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

França se torna o primeiro país a proibir pesticidas ligados à morte de abelhas

A França estabeleceu-se como referência no esforço global para salvar as abelhas e evitar um “Armageddon Ecológico”.

Agora, a França estabeleceu-se como referência no esforço global para salvar as abelhas e evitar um “Armageddon Ecológico”. O país proibiu todos os 5 pesticidas neonicotinóides que os pesquisadores culpam pelo colapso das populações de abelhas.

A medida segue a proibição da União Européia dos três piores infratores – clotianidina, imidaclopride e tiametoxam. A França baniu esses três, juntamente com o tiaclopride e o acetamipride, não apenas ao ar livre, mas também em estufas.

Estudos mostraram que os neonicotinóides cortam a contagem de espermatozóides das abelhas e misturam suas habilidades de memória e direção. Uma pesquisa mais recente sugere que as abelhas podem desenvolver um perigoso vício para os inseticidas, bem como os fumantes à nicotina.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

A proibição é celebrada por apicultores e ambientalistas, mas os produtores de cereais e beterraba açucareira advertem que isso poderia deixá-los indefesos na proteção de suas plantações contra insetos nocivos, relatou o The Telegraph.

Introduzido em meados da década de 1990, os neonicotinóides sintéticos compartilham a estrutura química da nicotina e atacam o sistema nervoso central dos insetos.

No ano passado, a ONU alertou que 40% dos polinizadores – especialmente abelhas e borboletas – correm risco de extinção global.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...