Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Este crustáceo realiza os movimentos mais rápidos do mundo

Do tamanho de uma semente de girassol, o anfípode Dulichiella empunha uma garra gigante que se fecha 10.000 vezes mais rápido do que um piscar de olhos humanos. (Tomonari Kaji)

Existe nos oceanos um crustáceo cuja garra mede cerca de um terço de seu corpo. Este animal, medindo apenas alguns milímetros, faz um dos movimentos mais rápidos do mundo com ela.

O crustáceo da espécie Dulichiella appendiculata assemelha-se a um camarão, mas tem a particularidade de ser muito pequeno: apenas alguns milímetros. Ele pertence à família dos anfípodas Melitidae e seus machos têm uma garra que pode medir mais de 30% de seu corpo.

A principal característica do crustáceo

Cientistas Universidade de Duke, nos Estados Unidos, publicaram um estudo sobre ele na revista Current Biology em 8 de fevereiro de 2021. Eles descobriram que a principal característica do crustáceo não é seu tamanho, nem o tamanho de sua garra, mas a velocidade de movimento da garra. De acordo com os pesquisadores, o crustáceo realmente dá “tapas” em menos de cinquenta microssegundos, 10.000 vezes mais rápido que a média de um piscar de olhos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Para estudar a velocidade de fechamento da garra do Dulichiella appendiculata, os cientistas simplesmente a filmaram com uma velocidade de 2,33 microssegundos entre cada imagem. Os resultados são muito impressionantes, pois, após a conversão, mediram a velocidade de fechamento a 17 m/s. Ou seja, o animal é capaz de fazer várias centenas de cliques por segundo.

O movimento gera uma mudança na pressão

Registros de velocidade de movimentação no reino animal são muitas vezes realizados por animais muito pequenos. Exemplos incluem a martelagem do camarão mantis (squilla) a uma velocidade de 22 m/s ou o movimento das mandíbulas da formiga Drácula (Adetomyrma) a 90 m/s. O crustáceo Dulichiella appendiculata é espantoso pela proporção entre o tamanho muito pequeno de sua garra e sua aceleração. Além disso, lembremos que este movimento rápido ocorre na água. Ou seja, a densidade da água dificulta e desacelera movimentos.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Entretanto, os cientistas têm algumas perguntas a serem respondidas. Por exemplo, o estalido da garra do animal é a causa de uma mudança na pressão. Isto gera jatos de água, bolhas e ruídos. Os cientistas ainda não sabem a razão disso, mas já formularam uma hipótese. Segundo eles, poderia ser para defender seu território ou para atrair parceiros de acasalamento. Porém, mais pesquisas precisam ser realizadas para chegar-se a uma conclusão.

Faça um comentário

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.