Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Descoberto o ancestral de 480 milhões de anos das estrelas-do-mar

Há 17 anos pesquisadores encontraram em Marrocos um fóssil de um animal que pareceu pertencer ao grupo das estrelas-do-mar. No entanto, o bicho parecia não ter todas as características essenciais das estrelas-do-mar modernas, como uma camada protetora que envolve o corpo desses animais. Outro grupo de animais que existe hoje, os Ophiuroidea, são bem parecidos com as estrelas-do-mar e, contudo, também tem algumas características divergentes do fóssil marroquino.

Acontece que 17 anos de análises do fóssil mostraram que esse é o ancestral comum mais antigo dos equinodermos existentes hoje: mais de 480 milhões de anos de idade.

mais antigo ancestral das estrelas-do-mar
Uma fotografia de um dos fósseis usados ​​para descrever o ancestral estrela do mar. (Crédito da imagem: Aaron W. Hunter)

O artigo da descoberta foi publicado no último dia 20, no periódico Biology Letters, e mostra como nova espécie – Cantabrigiaster fezouataensis – deu origem a animais como pepinos-do-mar, ouriços-do-mar e as já citadas estrelas. De acordo com os pesquisadores, esse animal viveu em recifes de corais pré-históricos durante um tempo muito favorável, a radiação ordoviciana.

O período Ordoviciano aconteceu entre 485 e 443 milhões de anos atrás. Nessa época ainda não existiam peixes ou animais vertebrados de forma geral, e o oceano era dominado por ancestrais de moluscos e equinodermos primitivos. A radiação ordoviciana, por sua vez, foi um período de explosão da biodiversidade do mundo, tanto quanto a explosão do cambriano. O ambiente rico em matéria orgânica proporcionou, provavelmente, um hábitat favorável para essa estrela-do-mar anciã.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
estrelas-do-mar
Uma reconstrução artística do ancestral estrela do mar recém-descrito chamado Cantabrigiaster fezouataensis. (Imagem: © Madmeg (Artista))

Estrelas-do-mar – animais, plantas ou o quê?

Como mencionado antes, as estrelas-do-mar, pepinos-do-mar e ouriços do mar são equinodermos. Esses bichos foram uma das primeiras formas de vida animais a surgir no planeta, logo depois de esponjas e cnidários. Os equinodermos são exclusivamente marinhos e podem ser herbívoros, que se alimentam de algas, ou carnívoros, como é o caso da estrela-do-mar, que caça pequenos animais. De uma forma ou de outra o novo fóssil lança luz na origem evolutiva desses animais e pode ser uma ferramenta preciosa para entender a explosão de diversidade do Ordoviciano.

O artigo foi publicado no periódico Biology Letters.

Mateus Marchetto
Publicado por

Aluno de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, professor de inglês, apaixonado por ciência e divulgação científica. Me interesso principalmente pelas áreas de microbiologia, bioquímica e bioinformática.

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.