Connect with us

Hi, what are you looking for?

Planeta & Ambiente

Cientistas têm 99,9999 por cento de certeza que humanos causaram as mudanças climáticas

“A narrativa que cientistas desconhecem a causa da mudança climática está errada. Sim, nós sabemos.”

“A humanidade não pode se dar ao luxo de ignorar esses sinais claros”, escreveu uma equipe de cientistas na revista Nature Climate Change, sobre o aumento da temperatura analisado de dados de satélites nos últimos 40 anos.

Negadores das mudanças climáticas alegam, frequentemente, diante de evidências esmagadoras, que o planeta está esquentando e os desastres naturais estão se tornando mais intensos e comuns apenas porque a geofísica da terra funciona dessa forma – insistindo incorretamente que o caso de amor da humanidade com os combustíveis fósseis não tem nada a ver com isso. As chances de que essas alegações baseada em achismo seja verdade caiu por terra.

De acordo com a pesquisa feita por cientistas do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, na Califórnia, os dados climáticos alcançaram o chamado “padrão de ouro” de evidências científicas – há apenas uma chance em um milhão de que a mudança climática possa ter sido causada por qualquer coisa além da humanidade, relata a Reuters.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O processo de pesquisa científica quase nunca erradica a incerteza: os pesquisadores testam suas hipóteses para obter uma melhor compreensão do mundo, mas quase sempre há algum outro fator que possa ter impactado suas descobertas. Em outras palavras, um “padrão de ouro” não é algo negligenciado.

A nova pesquisa analisou os três maiores conjuntos de dados de satélite usados ​​pelos cientistas do clima. Isso mostra que dois desses conjuntos de dados atingiram o “padrão de ouro” de certeza de que a humanidade causa a mudança climática.

Esse nível de certeza, altamente incomum na pesquisa científica, torna o impacto da humanidade no planeta muito claro. E agora temos que descobrir o que fazer sobre isso.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Benjamin Santer, principal autor do estudo, disse que espera que as descobertas conquistem os céticos e estimulem ação para combater as mudanças climáticas. [Reuters, Futurism]

Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...