Connect with us

Hi, what are you looking for?

Tecnologia

Cientistas “inverteram” a direção do tempo com um computador quântico

“Criamos artificialmente um estado que evolui em direção oposta à da seta termodinâmica do tempo”, diz o pesquisador.

O tempo e o universo quântico
Crédito: Pixabay

Um recente estudo estudo parece contradizer as leis básicas da física. Os cientistas aparentemente “inverteram” a direção da seta do tempo. Eles acreditam que os resultados também podem alterar nossa compreensão dos processos que governam o universo.

Usando os elétrons e a mecânica quântica, pesquisadores “voltaram” no tempo em um experimento que foi comparado ao equivalente a fazer com que um agrupamento triangular (ou rack) de bolas de bilhar estourado pela bola branca voltasse ao lugar, de trás para frente. Para um observador externo do experimento, pareceria exatamente isto: o tempo estaria correndo para trás.

Os pesquisadores do Instituto de Física e Tecnologia de Moscou (MIPT), em cooperação com outros na Suíça e nos Estados Unidos, esperam que a técnica melhore, tornando-se mais confiável e precisa com o tempo. O pesquisador chefe, Gordey Lesovik, que dirige o Laboratório de Física da Informação Quântica no MIPT, disse que eles criaram “artificialmente um estado que evolui em uma direção oposta àquela da seta termodinâmica do tempo”.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Seta do tempo

A maioria das leis da física não faz distinção entre o futuro e o passado. Se uma equação for usada para descrever a colisão e o rebote de duas bolas de bilhar idênticas e o evento for gravado e o vídeo depois for visto ao contrário, o evento invertido ainda pode ser representado pela mesma equação. Também seria impossível distinguir, somente com as leis da física, entre qual é o cenário da vida real e qual é o da reprodução reversa.

Mas o universo tem uma regra que segue apenas um caminho: a segunda lei da termodinâmica. Essa regra diz que a progressão do universo se dá da ordem para a desordem. Então, se uma gravação é feita de uma bola branca estourando uma pirâmide, com bolas de bilhar se espalhando em todas as direções, seria fácil distinguir o cenário da vida real da reprodução reversa. Este novo experimento é como dar à mesa uma tacada tão perfeitamente calculada de modo que as bolas na mesa de sinuca rolassem de volta para a ordem em forma pirâmide inicial.

Leia mais em “Experimento faz tempo andar para trás – equipe internacional, liderada por físicos brasileiros, realizou um experimento que mostra a seta do tempo relativa”.

O artigo intitulado “A seta do tempo e sua reversão no computador quântico da IBM” (em tradução livre), publicado na Nature Scientific Reports hoje, consiste em um computador quântico composto de “qubits” de elétrons. Um qubit é uma unidade de informação descrita por um “um”, um “zero” ou uma “superposição”, uma combinação simultânea de ambos esses estados.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Assista abaixo ao vídeo TED “Computação quântica explicada em dez minutos”; legendas em português estão disponíveis.

O experimento quântico

No primeiro experimento, os qubits se modificaram em um padrão crescente de zeros e uns, que acabou por criar um caos. Em seguida, outro programa rodando no computador quântico então modificou o estado de caos dos qubits de modo a evoluir “para trás”, do caos para a ordem.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Os cientistas descobriram que, trabalhando com apenas dois qubits, a “reversão do tempo” foi alcançada com uma taxa de sucesso de 85%. Quando usados três qubits, ocorreram mais erros, e o computador quântico calculou a ordem inicial com uma taxa de sucesso de 50%.

A taxa de erro deverá cair à medida que os cientistas melhorarem a sofisticação dos dispositivos usados, disseram os pesquisadores responsáveis pelo artigo. E o experimento pode ter uma aplicação prática no desenvolvimento de computadores quânticos, segundo os cientistas.

“Nosso algoritmo pode ser atualizado e usado para testar programas escritos para computadores quânticos e eliminar ruídos e erros”, disse Lesovik.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Leia mais em “Os primeiros computadores quânticos precisam de software inteligente”

Referências:

  1. Lesovik, G. B. et al. Arrow of time and its reversal on the IBM quantum computer, Scientific Reports, volume 9, Article number: 4396 (2019). DOI – 10.1038/s41598-019-40765-6. <https://doi.org/10.1038/s41598-019-40765-6>;
  2. Physicists reverse time using quantum computer, EurekAlert, Public Release: 13-Mar-2019. <https://www.eurekalert.org/pub_releases/2019-03/miop-prt031119.php> Acesso em 13 de mar. de 2019.
Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...