Connect with us

Hi, what are you looking for?

Tecnologia

Cientistas do MIT desenvolveram dispositivo para invadir sonhos

Uma voluntária utiliza o Dormio, um dispositivo para invadir sonhos. (Imagem: MIT FLUID INTERFACES)
Uma voluntária utiliza o Dormio, um dispositivo para invadir sonhos. (Imagem: MIT FLUID INTERFACES)

Um grupo de pesquisadores do MIT, está trabalhando em uma tecnologia vestível de código aberto que pode rastrear e interagir com sonhos de várias maneiras – em outras palavras, eles estão desenvolvendo um dispositivo para invadir sonhos.

Segundo a equipe, seu objetivo é provar de uma vez por todas que os sonhos não são apenas palavras sem sentido – mas podem ser “hackeados, aumentados e influenciados” em nosso benefício.

Um pesquisador usa a primeira geração do Dormio, o dispositivo para invadir sonhos. (IMAGEM: MIT)
Um pesquisador usa a primeira geração do Dormio, o dispositivo para invadir sonhos. (IMAGEM: MIT)

Dispositivos para invadir sonhos

A tecnologia consiste em uma espécie de luva batizada pelos pesquisadores como Dormio. O Dormio possui uma série de sensores para monitorar o tônus ​​muscular, a freqüência cardíaca e a condutância da pele dos indivíduos. Com estes dados é possível saber em qual estado de sono o usuário está.

LEIA TAMBÉM: Neuralink de Elon Musk conectou cérebro de macaco a um computador

Continua depois da publicidade

Quando o usuário entra em um estado entre a hipnagogia consciente e subconsciente, a luva toca uma sugestão de áudio pré-gravada, na maioria das vezes consistindo em uma única palavra.

Um protótipo inicial da luva Dormio, um dispositivo para controlar sonhos.  (IMAGEM: ADAM HOROWITZ / MIT)
Um protótipo inicial da luva Dormio, um dispositivo para invadir sonhos. (IMAGEM: ADAM HOROWITZ / MIT)

Os pesquisadores inicialmente testaram o dispositivo em 8 usuários. As analises posteriores mostraram que a tecnologia é capaz de maximizar de forma confiável a quantidade de tempo que os usuários passam em suspensão, entre a vigília e o sono. Além disso, o Dormio se mostrou capaz de moldar o conteúdo dos sonhos experimentados pelos usuários.

LEIA TAMBÉM: Neurônios artificiais e biológicos se comunicam entre si pela primeira vez

Em um segundo experimento realizado com 50 pessoas, o dispositivo foi capaz de inserir um tigre no sonho das pessoas, fazendo com que a luva dissesse uma mensagem pré-gravada que simplesmente dizia “tigre”.

Continua depois da publicidade

Faça você mesmo sua luva Dormio

Os pesquisadores contam que pretendem democratizar a ciência do rastreamento do sono. Por isso publicaram online as instruções passo a passo com o software de rastreamento de biossinais disponível no Github, permitindo que todos façam sua própria luva Dormio.

Mas um problema aqui é o fato de que a ciência por trás dos sonhos lúcidos ainda é obscura. Estima-se que apenas um por cento das pessoas são capazes de entrar nesse estado regularmente, dificultando o estudo. O estado cerebral durante o sonho lúcido também não é muito compreendido. Certamente ainda há um longo caminho a ser percorrido.

O estudo que descreve o dispositivo foi publicado na ACM Digital Library, clique aqui para acessá-lo.

Continua depois da publicidade

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.