Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

China divulga nova foto da substância misteriosa encontrada na Lua

E você pode vê-la agora em alto contraste!

CNSA

Em agosto o veículo espacial lunar chinês Yutu-2 que significa “coelho de jade” em mandarim, descobriu uma substância gelatinosa e incomumente colorida no fundo de uma cratera de impacto no lado mais distante da Lua – e eles não têm ideia do que é.  E agora, o Programa de Exploração Lunar da China divulgou uma nova foto da substância – lançando mais luz sobre o que o que ela poderia ser.

LEIA TAMBÉM: Pesquisadores encontraram 121 planetas gigantes que podem abrigar vida em suas luas

Especialistas afirmam que é muito provável que a hipótese levantada pelo cientistas anteriormente esteja correta, e material seja um vidro escuro que se formou como resultado de um impacto – o mesmo material que os astronautas americanos encontraram durante a missão Apollo 17. Os impactos de meteoro de alta velocidade são capazes de pressurizar minerais em vidro brilhante que pode acabar refratando a luz de maneiras incríveis.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

(CNSA / CLEP)

“Acho que a informação mais confiável aqui é que o material é relativamente escuro”, disse Dan Moriarty, pesquisador do Programa de Pós-Doutorado da NASA no Goddard Space Flight Center, ao Space.com.

“Parece ter um material mais brilhante incorporado nas regiões maiores e mais escuras, embora exista uma chance de a luz brilhar em uma superfície lisa”. 

LEIA TAMBÉM: Novas informações sobre a primeira planta germinada na Lua

Anteriormente, o Yutu-2 lutava para ver mais de perto, uma vez que o objeto estranho estava no fundo de uma cratera de difícil acesso.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Vista de alto contraste da substância encontrada na Lua. (Imagem: CNSA / CLEP / NASA / GSFC / Dan Moriarty via Space.com)

O veículo espacial também carregava consigo, dentro de uma biosfera de 2,6 kg (5,7 lb) chamada Micro Ecossistema Lunar (LME) seis formas de vida, mantidas em condições parecidas com as da Terra, – exceto pela microgravidade e radiação lunar – uma dessas formas de vida, foi a primeira planta a germinar na superfície na superfície da Lua. Infelizmente, a planta morreu após 14 dias, quando as temperaturas baixaram.

FONTE / Futurism

Milena Elísios
Publicado por

Graduada em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e divulgadora científica por paixão. Aqui na SoCientífica abordo sobre temas variados, mas sempre guiados por boa pesquisa e o rigor científico.

Faça um comentário

Mente & Cérebro

Os corvos são considerados modelos de cognição em psicologia animal, e são uma das mais fortes evidências de que a consciência é um fenômeno...

Plantas & Animais

No oceano, no meio dos corais, você pode encontrar esse estranho organismo. Embora muitas vezes se pareça com uma pedra circular esverdeada e brilhante,...

Plantas & Animais

Cientistas descreveram, em um estudo publicado no Journal of Mammalian Evolution, uma nova espécie gigante de um dente-de-sabre, Machairodus lahayishupup, que teria vivido na América do...

Plantas & Animais

Um novo estudo mostrou que os tubarões, assim com as aves, se orientam pelo campo magnético da Terra para realizar migrações de longa distância.