HomeAuthorStefania Costa, Imazon, Autor em SoCientífica

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/desmatamento-amazonia-agosto-2-1152x720.jpg

Em agosto deste ano, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), divulgado pelo Imazon, detectou 886 km² de desmatamento em toda a Amazônia Legal. Esse número representa um aumento de 63% em relação a agosto de 2018, quando o desmatamento somou 545 km². No último mês, o estado com mais alertas de desmatamento foi o Pará (48%), seguido por Amazonas (15%), Rondônia (13%), Mato Grosso (12%), Acre (11%) e Roraima (1%). A degradação na Amazônia...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/raro-fóssil-1200x720.jpg

NaturezaFóssil raro de 10 milhões de anos revela nova visão da evolução humana

Universidade de Missouri4 semanas atrásRudapithecus era muito parecido com um macaco e provavelmente se movia entre ramos como os de agora, segurando seu corpo erguido e escalando com seus braços. (Imagem: John Siddick)

Perto de uma antiga cidade mineira na Europa Central, conhecida pela sua pitoresca pedreira de água azul-turquesa, encontra-se Rudapithecus. Por 10 milhões de anos, o macaco fossilizado esperou em Rudabánya, Hungria, para adicionar sua história às origens de como os seres humanos evoluíram. A pélvis do Rudabánya foi descoberta – que está entre os ossos mais informativos de um esqueleto, mas que raramente é preservada. Uma equipe de pesquisa internacional liderada por Carol Ward, da...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/31439.jpg

Saúde & Bem-EstarEstudo desvenda processo que possibilitaria regeneração em mamíferos

André Julião, Agência FAPESP1 mês atrásPesquisadores da Unicamp observaram que a extremidade do dedo cresce quando amputada porque é composta de pele, osso e unha, três tecidos que se recuperam naturalmente após sofrer dano (imagem: Lucimara Sensiate e Henrique Marques-Souza)

Pesquisa indica possíveis caminhos para a regeneração em mamíferos. Cientistas há muito procuram desvendar o mecanismo envolvido no processo de regeneração da ponta de um dígito amputada, acreditando que aí estaria a chave para a regeneração completa de membros lesionados, como ocorre com as salamandras. Esses anfíbios, quando perdem uma pata ou a ponta do rabo, formam no lugar um blastema, conjunto de células indiferenciadas capazes de recriar todos os tecidos perdidos, originando um membro...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/02/273ea03b-43de-4524-e8d5-6290cabf9515.jpg

Embora a Voyager 1, o objeto humano mais longínquo no espaço, feita na década de 1970, esteja muito longe neste momento e ainda enviando informações até nós do espaço profundo, ela nunca será capaz de tirar uma foto do Sistema Solar. Ou da Via Láctea. E definitivamente nunca de todo o universo observável. Mas com um pouco de proezas matemática e artística, podemos juntar o que temos e ver como tudo se parece lá de...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/peixe-elétrico-brasileiro.jpg

NaturezaNova espécie de peixe-elétrico emite a maior voltagem já registrada em um animal

André Julião, Agência FAPESP1 mês atrásEstudo publicado na Nature Communications revela que existem ao menos três diferentes espécies conhecidas como poraquê, uma delas com descarga elétrica que chega a 860 volts. Pesquisadores foram financiados por FAPESP, Smithsonian e National Geographic Society (E. voltai fotografado no rio Xingu / foto: L. Souza)

Um estudo publicado na revista Nature Communications nesta terça-feira (10/9) revela que existem ao menos três espécies de peixe-elétrico conhecidas como poraquê e não apenas uma, como se pensava. Uma das duas novas espécies descritas no artigo emite a maior voltagem já registrada em um animal, chegando a 860 volts. A pesquisa foi apoiada por FAPESP, Smithsonian Institution e National Geographic Society, entre outras instituições. Além de gerar novos conhecimentos sobre o animal, depois de mais...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Tubarões-devoram-baleia.jpeg

NaturezaAterrorizante: dezenas de tubarões devoram uma baleia jubarte

Redação1 mês atrásUm quadro estático de imagens de drone mostram
tubarões-tigre se alimentando com uma carcaça de baleia-jubarte, filmado pela empresa de turismo australiana Eco Abrolhos em 20 de maio. (Imagem: © Eco Abrolhos)

Há muito tempo tubarões mexem com o imaginário humano e despertam medo nas pessoas, imagens capturadas esse ano mostram que a mistura de horror e fascínio que sentimos por esses grandes predadores, não é tão irracional assim. LEIA TAMBÉM: Tubarão de 400 anos encontrado no Ártico pode ser o mais antigo vertebrado vivo: confira vídeo Em 20 de maio, turistas abordo de um cruzeiro australiano testemunharam uma visão incrível e aterrorizante: aproximadamente 70 tubarões-tigre rasgavam...