Connect with us

Hi, what are you looking for?

Planeta & Ambiente

Até 2050, 90% dos animais terrestres podem perder seu habitat natural

(Erik Karits/Pixabay)

À medida que as sociedades humanas crescem, mais o espaço em que elas habitam se expande. E como a civilização ainda não aprendeu a conviver em harmonia com o ambiente natural, ela o desmata. E com o desmatamento, vidas que vivem nesse ambiente ficam sem ter para onde ir.

Um estudo, publicado no periódico Nature, chegou à conclusão que, se a agricultura não mudar a sua abordagem, a maioria dos animais terrestres não terá mais onde viver até 2050. Já são tantos os danos causados ao meio-ambiente que políticas mais duras devem ser implementadas para evitar que essa previsão venha a se concretizar.

“Políticas proativas visando como, onde e quais alimentos são produzidos podem reduzir essas ameaças, com uma combinação de abordagens que potencialmente evitam quase todas essas perdas enquanto contribuem para dietas humanas mais saudáveis”, disseram os pesquisadores.

Continua depois da publicidade

Urgência

De acordo com Michael Clark, um dos autores do estudo, a redução da demanda por terras agrícolas irá ajudar na salvaguarda da biodiversidade. Grandes mudanças no sistema alimentar poderiam evitar praticamente toda perda de habitat. Os pesquisadores, portanto, exigem coordenação global e ação rápida para fornecer alimentos saudáveis para a população mundial em 2050, sem arriscar a perda de uma quantidade significativa de habitat natural para os animais.

“Com uma ação rápida, ambiciosa e coordenada, podemos realmente fornecer uma dieta saudável e segura para a população mundial, e sem maiores perdas de habitats”, disseram os pesquisares em um artigo para o The Conversation.

Os humanos já modificaram mais de 75% do espaço terrestre e 65% dos oceanos. Além disso, o setor agrícola já é responsável, sozinho, por 25% das emissões globais de gases de efeito estufa. E, caso as medidas necessárias não entrem em vigor, mais de 1.300 espécies podem perder até um quarto do seu habitat natural.  

Continua depois da publicidade

“É importante ressaltar que apenas examinamos o impacto da expansão agrícola sobre a biodiversidade. Outras ameaças que a natureza enfrenta incluem a mudança climática, poluição, destruição de habitat por outras razões, ou superexploração de recursos como peixes ou valiosas madeiras tropicais. Ainda assim, a biodiversidade provavelmente diminuirá massivaamente, e a conservação convencional dificilmente será capaz de lidar com isso”, disseram.

Élisson Amboni
Publicado por

Fundador da Sociedade Científica, escreve e traduz para o site sobre vários temas que lhe dão ímpeto. Você pode encontrá-lo no Twitter clicando aqui.


Populares hoje

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Notícia

No dia 18 de fevereiro de 2021, a sonda Perseverance da NASA pousou na cratera de Jezero, na superfície de Marte. No entanto, o...