Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Após pessoas matarem gatos, ratos se proliferaram e peste matou milhões

O Papa Gregório IX organizou a Inquisição Pontifícia com o objetivo de reprimir as heresias, com a promulgação de dois documentos, no qual o segundo, o “Licet ad capiendos” de 20 de abril de 1233, que era dirigida aos dominicanos, que passaram a liderar o trabalho de investigação, julgamento, condenação e absolvição dos “hereges”. Este segundo documento instituiu oficialmente a Inquisição como hoje é conhecida.

Gregório IX, pintura de Rafael na Stanza della Segnatura, no Vaticano.
Gregório IX, pintura de Rafael na Stanza della Segnatura, no Vaticano.

“Onde quer que lhes [hereges] ocorra pregar, estais facultados, se os pecadores persistirem em defender a heresia apesar das advertências, a privá-los para sempre dos seus benefícios espirituais e a proceder contra eles e todos os outros, sem apelação, solicitando em caso necessário a ajuda das autoridades seculares e vencendo sua oposição, se isto for necessário, por meio de censuras eclesiásticas inapeláveis”. ( Trecho traduzido da “Licet ad capiendos” de 1233, que institui a Inquisição)

Ao longo de seis séculos da era cristã, a Inquisição atuou de forma bárbara, atingindo as esferas políticas, econômicas, sociais e culturais da sociedade cristã. O suspeito de heresia — que eram, em sua maioria, mulheres acusadas de bruxaria — muitas vezes era espionado por agentes designados pelo Santo Ofício antes de ser levado a julgamento. No tribunal, o suspeito era interrogado por três inquisidores, sendo um deles o inquisidor-mor, responsável pela sentença final. 

LEIA TAMBÉM: Gatos se unem com segurança aos humanos – talvez até mais do que cães

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Os humanos não foram as únicas vítimas da perseguição. Papa Gregório IX também emitiu a bula papal Vox in Rama que discutia o uso de gatos pretos por uma suposta seita herege da Alemanha. Após o decreto, deu-se início a um massacre de gatos, que a partir dali passaram a ser vistos como demoníacos, ou a própria personificação do diabo. O povo não demorou muito para começar a matar e torturar os felinos, principalmente os pretos. É possível que a ideia de que gatos pretos dão azar, possa ter surgido desse terrível episódio de fanatismo religioso.

Após pessoas matarem gatos, os roedores se proliferaram, o que teve grande papel na propagação da peste negra. (Ilustração de um manuscrito produzido na Bretanha, datado de c. 1430 - c. 1440, retratando caçadores com cães atirando flechas em um gato selvagem em uma árvore.)
Após pessoas matarem gatos, os roedores se proliferaram, o que teve grande papel na propagação da peste negra. (Ilustração de um manuscrito produzido na Bretanha, datado de c. 1430 – c. 1440, retratando caçadores com cães atirando flechas em um gato selvagem em uma árvore.)

Com gatos sendo massacrados devido a crenças religiosas, houve uma enorme explosão no aumento da população de ratos em toda a Europa. Estes roedores eram os hospedeiros ideais para as pulgas que abrigam as bactérias Yersinia pestis, causadoras da peste. Esse foi um dos fatores que contribuíram para uma das mais devastadoras pandemias na história humana, a peste negra que matou cerca de 200 milhões de pessoas na idade média. Os Inquisidores da época acabaram cavando a própria cova enquanto pregavam a morte àqueles pequenos felinos.

LEIA TAMBÉM: Afinal, por que os gatos ronronam?

Após pessoas matarem gatos, houve uma enorme explosão no aumento da população de ratos em toda a Europa. Estes roedores eram os hospedeiros ideais para as pulgas que abrigam as bactérias Yersinia pestis, causadoras da peste. Imagem: Uma vala comum de vítimas da peste do início do século XVIII em Martigues, França. (S. Tzortzis , CC BY)
Após pessoas matarem gatos, houve uma enorme explosão no aumento da população de ratos em toda a Europa. Estes roedores eram os hospedeiros ideais para as pulgas que abrigam as bactérias Yersinia pestis, causadoras da peste. Imagem: Uma vala comum de vítimas da peste do início do século XVIII em Martigues, França. (S. Tzortzis , CC BY)

Descubra mais sobre o tema lendo as seguintes obras:

A grande mortandade – O livro aborta a Peste Negra que atingiu a Europa no século XIV, matando um terço da população: https://amzn.to/2MUv17T
Raízes medievais da Europa – O livro relata os acontecimentos mais importantes desde as ruínas do Império Romano até às descobertas do século XVI: https://amzn.to/2QIMiSF
A Inquisição – O autor explica exatamente como de fato ocorreu a inquisição, apoiando-se em fontes documentais de primeira ordem e irrefutáveis de qualquer ponto de vista: https://amzn.to/2MVyO4Z

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Damares Alves
Publicado por

Apaixonada pela natureza, me tornei redatora e hoje escrevo exclusivamente sobre ciência. Meu objetivo é que todos possam ter acesso a pesquisas importantes e descobertas incríveis que são realizadas todos os dias.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...