5 livros para entender o conflito entre Israel e Palestina

Elisson Amboni
No West Bank, mulher palestina grita com soldado israelense. Imagem: Mohamad Torokman/Reuters

O conflito entre Israel e Palestina é um dos mais complexos e duradouros do mundo, envolvendo questões históricas, religiosas, políticas e territoriais. Para compreender as origens, os desdobramentos e as perspectivas desse conflito, é importante conhecer diferentes pontos de vista e fontes de informação.

Neste artigo, selecionamos cinco livros que abordam o tema de forma aprofundada e diversificada, sem pretender esgotar ou simplificar a questão. São obras que trazem relatos, análises, dados e reflexões sobre o passado, o presente e o futuro dessa região tão conflituosa e fascinante.

Israel e Palestina: um ativista em busca da paz, de Gershon Baskin

Israel e Palestina: Um ativista em busca da paz

R$ 139,00
R$ 118,15
 em estoque
8 novos de R$ 109,90
Frete grátis
Amazon.com.br
Preço atualizado em 14 de junho de 2024 21:14

Este livro é um relato pessoal e testemunhal do pacifista Gershon Baskin, que participou de diversas negociações secretas entre Israel e a OLP e o Hamas. O autor conta sua trajetória de ativismo pelos direitos humanos e pela paz na região, desde sua imigração para Israel até sua atuação na libertação do soldado Gilad Shalit.

O livro também apresenta a história e a cultura palestinas, criticando a narrativa sionista que legitima a violência contra os palestinos. O livro é uma obra importante para quem quer conhecer o conflito por uma perspectiva diferente da mídia tradicional.

O livro Israel x Palestina: 100 Anos de Guerra, de James L. Gelvin

Israel x Palestina: 100 Anos de Guerra

R$ 81,90
R$ 57,00
 em estoque
34 novos de R$ 50,00
1 usados de R$ 40,00
Amazon.com.br
Preço atualizado em 14 de junho de 2024 21:14

Este livro explica as origens, desenvolvimentos e consequências do conflito no Oriente Médio. O autor, um renomado historiador especialista na região, apresenta uma análise equilibrada dos fatos históricos, políticos, religiosos e culturais que moldaram a disputa.

O livro aborda desde o surgimento do sionismo e do nacionalismo árabe no século 19 até os recentes confrontos entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza. Também examina as tentativas de negociação, os interesses internacionais envolvidos e as perspectivas para o futuro. Essencial para entender a complexidade e importância desse conflito.

Imagem e Realidade do Conflito Israel-Palestina, de Norman Finkelstein

Imagem e Realidade do Conflito Israel - Palestina

R$ 350,00  em estoque
2 usados de R$ 349,00
Amazon.com.br
Preço atualizado em 14 de junho de 2024 21:14

O autor é um cientista político judeu e filho de sobreviventes do Holocausto, que analisa os fundamentos do sionismo e os eventos contemporâneos do conflito, como o processo de paz dos anos 1990. Ele também questiona o uso do Holocausto como justificativa para a opressão dos palestinos.

Orientalismo: O Oriente como Invenção do Ocidente, de Edward Said

Orientalismo: O Oriente como invenção do Ocidente

R$ 69,90
R$ 48,62
 em estoque
37 novos de R$ 48,62
2 usados de R$ 39,00
Amazon.com.br
Preço atualizado em 14 de junho de 2024 21:14

O autor é um dos mais proeminentes intelectuais palestinos, que desenvolve a ideia de que o Ocidente fabricou uma imagem fictícia sobre o mundo árabe, marcada pelo exotismo e pela inferioridade, que embasou a dominação colonial. Ele também critica a visão estereotipada e simplista dos meios de comunicação sobre o Oriente Médio.

A Questão da Palestina, de Edward W. Said

A questão da Palestina

R$ 74,00
R$ 55,50
 em estoque
27 novos de R$ 54,90
2 usados de R$ 29,90
Frete grátis
Amazon.com.br
Preço atualizado em 14 de junho de 2024 21:14

Edward Said, um dos mais importantes intelectuais palestinos e filho de árabes cristãos, apresenta a história da criação do Estado de Israel e do conflito árabe-israelense sob a perspectiva dos palestinos. Ele revela a violência e a desumanização contra seu povo camufladas sob a narrativa da fundação do Estado de Israel.

O livro mostra como a criação do Estado israelense pôs fim à grande parte da perseguição antissemita na Europa, mas deu origem à desterritorialização de milhares de palestinos de seu território.

Compartilhar