MedicinaCientistas erradicam a transmissão do HIV em pessoas infectadas

Uma terapia antirretroviral elimina completamente o risco da transmissão do HIV através do sexo.
https://i1.wp.com/socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/05/zero-risk-hiv-transmission-art-1200x630.png?fit=1200%2C630&ssl=1

Um extenso estudo sobre HIV produziu uma descoberta inovadora: a terapia antirretroviral elimina completamente o risco de homens gays de transmitir o HIV através do sexo.

“Nossas descobertas fornecem evidências conclusivas de que o risco de transmissão do HIV com TAR supressora é zero com pessoas do mesmo sexo”, disse a pesquisadora Alison Rodger em um comunicado à imprensa, acrescentando que “esta poderosa mensagem pode ajudar a acabar com a pandemia do HIV prevenindo a transmissão dele e suprimir a discriminação que muitas pessoas com HIV enfrentam.”

Por oito anos, Rodger e seus colegas pesquisadores acompanharam mais de mil casais gays. Em cada casal, um dos parceiros era soropositivo e tomava medicamentos antirretrovirais para suprimir a infecção, enquanto o outro parceiro era seronegativo.

Na quinta-feira, os pesquisadores publicaram os resultados desse estudo na revista The Lancet, e o que eles descobriram foi que, apesar de os casais terem um total de aproximadamente de 77.000 encontros sexuais sem preservativos entre si, nenhum dos HIV-negativos dos homens contraíram o vírus de seu parceiro – desde que o parceiro estivesse tomando a TAR.

“Os resultados do estudo fornecem mais um catalisador para uma estratégia universal de teste e tratamento para fornecer todos os benefícios dos medicamentos antirretrovirais”, escreveu Myron S. Cohen, que liderou um estudo anterior sobre casais heterossexuais. “Esta e outras estratégias continuam a nos empurrar para o fim da AIDS.” [Futurism]


Prof Alison J Rodger, FRCP et al, Risk of HIV transmission through condomless sex in serodifferent gay couples with the HIV-positive partner taking suppressive antiretroviral therapy (PARTNER): final results of a multicentre, prospective, observational study, The Lancet (2019). DOI: doi.org/10.1016/S0140-6736(19)30418-0.