Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Via Láctea poderia abrigar mais de 30 civilizações alienígenas, sugere estudo

Aquela velha pergunta “estamos sozinhos no universo?” acaba de receber uma resposta. Uma nova estimativa sugere que a Via Láctea poderia abrigar mais de 30 civilizações alienígenas.

Um estudo recente sugere que 36 civilizações, no mínimo, vivem na Via Láctea.

Aquela velha pergunta “estamos sozinhos no universo?” acaba de receber uma resposta. Uma nova estimativa sugere que a Via Láctea poderia abrigar mais de 30 civilizações alienígenas.

Conforme os parâmetros utilizados pelos pesquisadores, pode haver pelo menos 36 civilizações avançadas na Via Láctea, capazes de transmitir sinais de comunicação. Mas, segundo o estudo, o número ainda pode ser muito maior do que este.

Via Láctea poderia abrigar mais de 30 civilizações alienígenas?

Os pesquisadores acreditam que devemos olhar para a evolução, mas não seguindo uma escala cósmica, e sim um cálculo conhecido como limite copernicano astrobiológico. Aliás, existem diversos parâmetros utilizados ao analisar a existência de vida fora da Terra.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Deveria haver pelo menos algumas dezenas de civilizações ativas em nossa galáxia, pressupondo que sejam necessários 5 bilhões de anos para que a vida inteligente se forme em outros planetas, como na Terra”, explicou o astrofísico Christopher Conselice, da Universidade de Nottingham, no Reino Unido.

Junto com o engenheiro Tom Westby, ele desenvolveu uma escala de cálculos, seguindo o número de parâmetros incluídos. Assim, para o limite copernicano astrobiológico mais fraco, sugeriram que a vida inteligente surge quando possível, em planetas rochosos das zonas habitáveis de estrelas. Além disso, também é preciso de tempo suficiente para esse desenvolvimento.

Bilhões de possibilidades

Usando a suposição de que formas de vida inteligentes em outros planetas seriam semelhantes as da Terra, os pesquisadores adicionaram alguns alguns critérios à equação de Drake.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Usando o que é conhecido como Princípio Copernicano Astrobiológico (que a Terra não é especial), os pesquisadores assumiram que um planeta semelhante à Terra encontrado na zona habitável de uma estrela adequada formaria vida em um período de tempo semelhante ao da Terra (cerca de 5 bilhões anos) e estará ativamente enviando sinais pelo tempo que tivermos (cerca de 100 anos).

O estudo concluiu então que existem bilhões de possíveis habitats, mas é improvável que vida inteligente tenha surgido em todos eles. Então os pesquisadores estabeleceram um prazo para o surgimento de civilizações avançadas, igual aconteceu na Terra. Por aqui, foram necessários 4,5 bilhões de anos para que fosse transmitido o primeiro sinal de rádio, em 1895.

Levando em consideração todos esses critérios, os pesquisadores concluíram que deve haver, pelo menos, 36 civilizações ativas em nossa galáxia.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

E por que nunca encontramos nenhuma delas?

Mas, se outros seres inteligentes estão transmitindo sinais eletromagnéticos, por que não conseguimos captar? Talvez pelo fato de estas possíveis 36 civilizações estarem espalhadas em uma distância média de 17.000 anos-luz, de uma até a outra.

Existe um limite de velocidade quanto a propagação das ondas de rádio pelo espaço, assim, a velocidade máxima é a da luz, já que possuem radiação eletromagnética. Sabe aquela primeira transmissão de 1895? Poderia ter viajado no máximo 125 anos-luz até hoje!

O estudo foi publicado no The Astrophysical Journal, confira.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Sociedade & Cultura

O povo Tsimane é uma tribo indígena amplamente isolada que vive na Amazônia boliviana.  Estas pessoas levam uma vida muito diferente da nossa. E eles...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...