Connect with us

Hi, what are you looking for?

Ciência

Veja este enigma que parece desafiar a lógica

É possível você fazer um disco com o formato circular passar através de um buraco no formato quadrado, de tamanho um pouco menor? O enigma parece desafiar a lógica.

(Créditos da imagem: Numberphile)

Te faço uma pergunta – um desafio, na verdade. É possível você fazer um disco com o formato circular passar através de um buraco no formato quadrado, de tamanho um pouco menor? Bom, o enigma parece desafiar a lógica, mas é pura e simples matemática.

É um desafio que rolou recentemente nas redes sociais. É bastante comum que desafios de lógica ou de física que pareçam impossíveis viralizem nas redes, as pessoas gostam disto.

Quem também entrou na brincadeira é o matemático japonês Tadashi Tokieda, professor de matemática da Universidade de Stanford, no estado norte-americano da Califórnia.

Continua depois da publicidade

Se você ainda não viu o desafio, trata-se basicamente de um furo quadrado em uma folha de papel, por onde você precisa passar um objeto circular com um tamanho um pouco maior, sem rasgar o papel ou dobrar o disco.

A princípio pode parecer algo impossível de se fazer, já que a matéria não pode simplesmente atravessar uma à outra mas não é. O segredo está na forma como você dobra o papel.

Vamos pensar: um quadrado é um objeto bidimensional, correto? E nós vivemos em três dimensões espaciais, ou pelo menos percebemos apenas três delas. De qualquer forma, é um ponto útil.

Continua depois da publicidade

Um quadrado possui quatro lados, dos quais todos são menores do que o disco, inclusive que diagonal. Entretanto, se você dobrar o papel e jogar a sobra para cima, poderá unir dois lados, que serão juntos maiores do que o diâmetro do disco. 

Dessa forma, não só é possível, como torna-se bastante fácil a tarefa de  atravessá-lo pelo buraco. Veja o vídeo, que possui dublagem em português, onde o matemático Tadashi Tokieda explica a lógica por trás do desafio:

Quem é Tadashi Tokieda?

Aproveitando a ocasião, vamos falar um pouco de quem é Tokieda, o matemático que atravessa áreas. Há um estigma de separação das grandes áreas. As pessoas pensam, erroneamente que não há conversa entre exatas, biológicas, humanas e artes, e que todos devem seguir em apenas uma áreas

Continua depois da publicidade

Entretanto, além de matemático ele é um artista. Hoje em dia, conforme conta em  Tokieda em sua página de Harvard, ele foca seus desenhos nas ilustrações com temas científicos, o principal mundo no qual ele está inserido.

Talvez já pela mudança de áreas, isso o permite pensar um pouco além do que a lógica matemática comumente vai. Ele é conhecido no mundo da internet por este enigma e por outros que parecem desafiar a lógica.

“Tudo o que estou fazendo é apresentar a natureza aos espectadores e os espectadores à natureza. É um show interessante de mágica, se você quiser”, diz Tokieda à Quanta Magazine

Continua depois da publicidade

Ele chama esses objetos que desafiam a lógica de brinquedos. Sua coleção, na época da reportagem da Quanta Magazine, já possuía um total que somava mais de 100 modelos. 

Ele conta à revista a utilidade dos desafios para nos tirar da monotonicidade da vida: “A parte do universo que podemos experimentar com nossos próprios sentidos biológicos é limitada”.

“Entretanto, neste intervalo, podemos experimentar as coisas por nós mesmos. Podemos nos surpreender, não porque nos disseram que devemos nos surpreender, mas porque realmente vemos [algo] e ficamos surpresos”, completa.

Continua depois da publicidade

Com informações de IFL Science e Quanta Magazine.


Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.